Tiroteio deixa 8 mortos e 1 ferido em Atlanta, nos EUA

SPA Young’s Asian Massage em Atlanta, nos EUA, onde um tiroteio matou oito pessoas nesta terça-feira (16) – Foto: AFP

Um tiroteio ocorrido na noite desta terça-feira (16) em um SPA localizado na cidade de Atlanta, no Estado da Geórgia, nos Estados Unidos (EUA), deixou oito mortos e um ferido. Entre as vítimas fatais estão seis mulheres de origem asiática. Um jovem de 21 anos foi detido suspeito de ter planejado o ataque.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, as motivações para o ataque ainda são desconhecidas, mas o suspeito já está prestando depoimento. A casa onde ele reside está sendo vistoriada e os familiares e amigos estão sendo interrogados.

Apesar da motivação do ataque ainda se desconhecida, as autoridades acreditam que o tiroteio pode ter conotação racista, já que muitos americanos de origem asiática estão sendo atacados fisicamente e verbalmente nos Estados Unidos.

Muitos destes cidadãos americanos de origem asiática temem o aumento das agressões e dos crimes de ódio, principalmente contra seus estabelecimentos comerciais e negócios.

Quatro vítimas fatais morreram dentro do SPA Young’s Asian Massage, localizado nas proximidades de Acworth, no Subúrbio de Atlanta, capital do Estado da Geórgia.

O porta-voz da Polícia de Atlanta, capitão Jay Baker, declarou que entre as vítimas estão duas mulheres asiáticas, uma mulher branca e um homem branco. Um latino ficou gravemente ferido, mas foi socorrido e levado às pressas a um hospital da cidade.

Já o Departamento de Polícia de Atlanta informou que quatro mulheres de origem asiática foram encontradas mortas em outros dois SPA’s na Região Nordeste de Atlanta. A polícia ainda não sabe se o autor dos crimes é o mesmo jovem.

A agência de notícias Yonhap divulgou a informação de que o Ministério das Relações Exteriores da Coréia do Sul teria confirmado de que quatro das vítimas fatais possuíam origem coreana.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que as imagens captadas pelas câmeras de segurança dos estabelecimentos de massagem (SPA) registraram os tiroteios, e que o jovem Robert Aaron Long, de 21 anos, que já foi detido, é o responsável pelos ataques.

O jovem Robert Aaron Long foi preso após uma breve perseguição em alta velocidade pela principal rodovia da cidade. Ele foi detido a 240 quilômetros de distância de Atlanta.

A Polícia Federal dos EUA (FBI) está colaborando com as investigações.

Atualmente vivem no Estado da Geórgia cerca de 500 mil pessoas de origem asiática, segundo dados do Asian American Advocacy Found.

Com informações das Agências France Presse e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo