Tempestade de neve atinge a Espanha e deixa pelo menos 4 mortos

Uma forte tempestade de neve, batizada de ‘Filomena’, atingiu na madrugada deste sábado (09) uma imensa área da Espanha, causando pelo menos quatro mortes e deixando a capital, Madri, praticamente paralisada.

O sistema de transporte público foi suspenso na cidade e o tráfego de veículos ficou bastante prejudicado devido as pistas escorregadias. A neve cobriu várias ruas, fazendo com que pessoas ficassem presas dentro dos carros.

Madri, capital da Espanha, na manhã deste sábado (09) – Foto: Andrea Comas/AP

As estações de trens e de ônibus, além dos aeroportos, suspenderam as operações e foram fechadas. Estabelecimentos comerciais foram temporariamente fechados.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, das quatro mortes, duas ocorreram em Andaluzia, quando a neve cobriu as pistas das vias públicas, impedindo o tráfego de veículos.

Os corpos de um homem e de uma mulher foram resgatados de dentro dos carros e foram levados para o necrotério de um hospital próximo.

Um rio transbordou na cidade de Fuengirola, arrastando pelo menos dois veículos. As equipes de resgate estão realizando buscas para tentar localizar os carros e as vítimas.

Apesar dos riscos, muitos moradores de Madri saíram às ruas para ‘brincar’ na neve. Muitos usarem esquis para transitar pelas principais avenidas da cidade. Houve que utilizasse um trenó puxado por cães.

O Governo da Espanha colocou em alerta vermelho a capital Madri e outras 10 províncias. O mau tempo obrigou as autoridades a mobilizarem tropas do Exército para auxiliar as equipes de resgate.

A Agência Meteorológica  Nacional (AEMET) informou que a nevasca deve  permanecer por mais um dia, e que o fenômeno climático acontece devido a chegada de uma massa de ar frio que estava estagnada sobre a Península Ibérica.

A massa de ar fria se encontrou com uma massa de ar quente vinda do Sul, e ocasionou a tempestade de neve.

Ainda segundo dados da AEMET, a expectativa é a de que a neve fique entre os 20 a 50 centímetros em várias regiões de Madri.

As autoridades locais informaram que mais de mil veículos ficaram ‘presos’ na neve em Madri, a maioria em vias públicas que circundam a cidade. A Defesa Civil e os bombeiros estão auxiliando as equipes de resgate.

O diretor da Agência de Emergências de Madri, Carlos Novillo, disse em entrevista coletiva que vários carros permanecem retidos em rodovias que liga as regiões de Castilla La Mancha a Andaluzia, no Sul do país.

“A situação continua de alto risco. Estamos diante de um fenômeno muito complexo e de uma situação muito crítica. Pedimos aos motoristas que tenham paciência, que vamos chegar a todos e mantê-los seguros”, disse Carlos Novillo.

O Aeroporto Internacional Adolfo Suárez Madri-Barajas permanecerá fechado durante todo o dia de hoje, tendo os voos sido cancelados. A situação somente deve ser normalizada neste domingo (10).

Máquinas e retroescavadeira estão realizando a limpeza e da retirada da neve das pistas do aeroporto.

Já o transporte ferroviário foi suspenso por tempo indeterminado. Os trens com origem e destino em Madri deixaram de circular hoje. O serviço de metrô também foi suspenso.

A tempestade de neve também afetou o esporte na Espanha. A Liga de Futebol no país suspendeu todos os jogos hoje, porque muitos times não podem viajar para participar das partidas, devido ao fechamento de aeroportos e estações de ônibus e metrô.

Com informações das Agências France Presse e EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo