Ataque deixa 5 mortos e 7 feridos no Iêmen

Um ataque ocorrido na noite desta sexta-feira (1º de janeiro) na cidade de Hodeida, no Sudoeste do Iêmen, causou a morte de pelo menos cinco pessoas e deixou outras sete feridas. O atentado aconteceu durante um casamento.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o ataque foi feito com bombas que foram lançadas em direção ao salão de festas aonde acontecia a cerimônia de casamento. Entre as vítimas estão homens, mulheres e crianças.

Uma bomba atingiu nesta sexta-feira (1º) um salão de festa em Hodeida, no Sudoeste do Iêmen, matando cinco pessoas e deixando outras sete feridas – Foto: STR / AFP

O Iêmen encontra-se em guerra civil e a cidade de Hodeida fica localizada na ‘linha de frente’ do conflito entre as forças de segurança pró-governo e os rebeldes huthis.

Até o momento nenhum grupo assumiu a autoria do ataque. A comunidade internacional e a Organização das Nações Unidas (ONU) condenaram o atentado e repudiaram a morte de civis inocentes.

O general Sadek Duid, representante do Governo do Iêmen na Comissão Mista patrocinada pela ONU, disse que o ataque foi um “crime atroz contra civis cometido pelos huthis”.

Essa comissão tenta estabelecer uma trégua em Hodeida para permitir a saída de civis, principalmente crianças, que são as maiores vítimas dessa guerra civil.

Já o governador de Hodeida, Mohamed Ayash, nomeado pelos huthis, disse que o ataque foi realizado por tropas do governo, e que as autoridades não hesitam em matar civis para colocar a culpa nos rebeldes.

Os huthis pediram uma investigação internacional para apurar o ataque e a origem das bombas que explodiram sobre o salão de festas.

Deflagrado em 2014, a Guerra Civil no Iêmen já matou milhares de pessoas, sendo que os rebeldes lutam para tentar acabar com a intervenção militar no país desde março de 2015. Lembrando que os militares são apoiados pelo governo da Arábia Saudita.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo