Ataque a escola deixa estudantes e professores em pânico na Nigéria

Um grupo de homens armados invadiram na noite desta sexta-feira (11) a Escola Secundária de Ciências que fica localizada na cidade de Kankara, no Estado de Katsina, no Noroeste da Nigéria. Ainda não há informações sobre vítimas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, os agressores chegaram ao colégio interno por volta das 19h15min (horário de Brasília), em motocicletas, e começaram a atirar para o alto, causando pânico entre estudantes, professores e funcionários, que assustados, saíram correndo do prédio.

Mapa mostra a região onde ocorreu o ataque a uma escola na Nigéria – Foto: Divulgação

Após o término do tiroteio, os agressores fugiram em alta velocidade, enquanto a Polícia e as Forças de Segurança chegavam ao estabelecimento de ensino.

Atualmente, a Escola Secundária de Ciências, que pertence ao governo, possui cerca de 800 alunos, cujo paradeiro é desconhecido. Até o momento 200 estudantes foram localizados e resgatados pelas forças de segurança do país.

Militares do Exército e da Força Aérea da Nigéria estão auxiliando a polícia local e as equipes de resgate nas buscas pelos estudantes.

Moradores próximos a escola, que é restrito aos estudantes do sexo masculino, disseram que os tiros começaram por volta das 19h15min e que o ataque durou cerca de uma hora.

Os seguranças da escola conseguiram revidar e impedir que os criminosos entrassem nos prédios. Não há informações sobre feridos.

Alguns alunos e professores conseguiram escalar os muros do complexo escolar e fugirem para um local seguro. No entanto, testemunhas disseram que alguns jovens foram levados pelos agressores.

Um policial e um segurança da escola foram baleados e ambos foram socorridos e levados a um hospital da região. Pais de alunos entraram em pânico e pedem que o governo resgate seus filhos.

Um professor, que pediu para não ser identificado, disse que a escola permanece fechada hoje, e que o local se encontra deserto, sem alunos, educadores ou funcionários.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que alguns estudantes retornaram à escola hoje, mas que foram aconselhados a pegarem um ônibus e a voltarem para suas casas e familiares.

Katsina é o estado natal do atual presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari. Ele está visitando a região e deve ir à escola que foi atacada ainda hoje.

O ataque desta sexta-feira (11) acontece dois dias depois do sequestro de um líder local e de outras 20 pessoas em outra região do país.

Lembrando que em 2014, mais de 270 meninas foram sequestradas por um grupo militante islâmico denominado de Boko Haram em uma escola na cidade de Chibok, no Nordeste do país.

Com informações das Agências France Press e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo