Brasileiro gasta, em média, R$ 45,6 mil em carro usado

Com elevação nas vendas de carros usados, aumenta também o valor (ticket médio) de compra do brasileiro. A informação foi divulgada nesta semana pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) em seu site e revela que mais de 1 milhão de veículos seminovos foram vendidos em outubro.

Os sinais de reaquecimento da economia após a pandemia da Covid-19 já eram mostrados no levantamento de vendas de carros 0km, com alta de 3% em comparação a setembro.

Foto: Pixabay/Cortesia

Agora, porém, os dados de venda de carros usados surpreendem e revelam uma alta 6,67% com 1.038.467 unidades vendidas no mês de outubro.

Uma surpresa na revelação da Fenabrave está no aumento do valor médio gasto na compra de um veículo usado. Ano passado o gasto médio era de R$ 42,1 mil, já em outubro o ticket médio ficou em R$ 45,6 mil.

Os estoques das lojas de usados estão abaixo dos índices pré-pandemia, o mesmo acontece com as concessionárias e a oferta de carros 0km, já que fábricas estenderam as férias dos trabalhadores.

As pesquisas por carros usados em Karvi cresceram de forma significativa, mostrando que a demanda está alta. Esse aumento no interesse de compra x a falta de estoque deve fazer com que os preços dos veículos tenham uma valorização, aumentando ainda mais o valor médio gasto em um usado.

“O mercado de seminovos se reinventou nessa pandemia. A aceleração das vendas em plataformas digitais e o serviço de agendamento de horários de visitas foram essenciais para o reaquecimento do mercado”, comenta Glênio Júnior, presidente da Associação dos Revendedores de Veículos de Minas Gerais (Assovemg).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo