Ameaça de bomba obriga piloto a realizar pouso de emergência na Noruega

A polícia norueguesa prendeu na manhã desta sexta-feira (17) um cidadão britânico de 51 anos, acusado de ameaça de bomba em um voo que fazia o trajeto entre Londres (Inglaterra) e Oslo (Noruega). A Identidade do suspeito não foi divulgada.

Foto: Associated Press/Arquivo

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o incidente aconteceu com um avião da Empresa Ryanair, que realizou um pouso de emergência em um aeroporto de Gardermoen, a cerca de 50 km a Nordeste da capital Oslo.

O suspeito embarcou em Londres, e quando o avião sobrevoava a Noruega, ele se refugiou no banheiro da aeronave e em seguida disse que carregava uma bomba e explosivos.

As aeromoças e os comissários de bordo avisaram o piloto, que por sua vez comunicou o fato a torre de controle. Foi solicitado ao piloto que desviasse a rota para Gardermoen.

As autoridades norueguesas implementaram no Aeroporto Internacional de Oslo e em Gardermoen, uma megaoperação policial. Caças noruegueses e dinamarqueses escoltaram o avião pelo espaço aéreo da Noruega até realizar o pouso.

Os passageiros foram retirados do avião e o suspeito foi preso. Policiais realizaram uma vistoria na aeronave e não encontraram bombas ou explosivos.

O avião é um Boeing 737, que decolou do Aeroporto de Standsted, em Londres, na Inglaterra, com destino a Oslo, capital da Noruega.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo