Explosão de caminhão-tanque deixa mortos e feridos em Lima, no Peru

Uma forte explosão atingiu no fim da tarde de sábado (25) um caminhão-tanque em Lima, capital do Peru, deixando pelo menos 14 mortos e mais de 50 feridos. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já estão sendo investigadas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o caminhão estava carregado com 10 mil litros gás liquefeito, tendo o acidente ocorrido quando o motorista passou por uma lombada, que fez uma mangueira do tanque se desprender, provocando o vazamento de gás.

Moradores de Lima, capital do Peru, caminham pelos escombros após a explosão e o incêndio causados por um vazamento de gás de um caminhão-tanque — Foto: Sebastian Castaneda/Reuters

Equipes de emergência e da polícia foram acionadas e enviadas para o local, que foi isolado. As vítimas foram socorridas e encaminhadas para hospitais da cidade, enquanto os bombeiros trabalhavam para o controlar o vazamento de gás e o incêndio.

Vários imóveis e veículos foram atingidos pela explosão, tendo as equipes de resgate iniciado os trabalhos de evacuação da região, devido ao alto risco de novas explosões.

O vice-ministro da Saúde do Peru, Victor Bocangel, disse em entrevista coletiva que uma mulher de 39 anos, que ficou gravemente ferida, com queimaduras extensas, foi socorrida com vida, mas que ela morreu na manhã deste domingo (26) em um hospital de Lima.

Entre os mortos há um homem de 40 anos, de nacionalidade venezuelana, e duas crianças de 3 e 4 anos. Todas tiveram entre 80% a 90% dos corpos queimados.

Uma fonte policial peruana, que pediu para não ser identificada, disse que a explosão e o incêndio foram causados em decorrência de um vazamento de gás de petróleo liquefeito de um caminhão-tanque, cuja mangueira se desprendeu ao passar por uma lombada projetada para reduzir a velocidade.

As autoridades policiais acreditam que o motorista do caminhão-tanque estava acima da velocidade permitida quando passou pela lombada. Não há informações sobre o estado de saúde do motorista do caminhão.

A explosão e o incêndio destruíram vários carros, além de 15 casas e dois estabelecimentos comerciais.

Os bombeiros levaram cerca de quatro horas para controlar o vazamento de gás e o incêndio e para debelar totalmente as chamas. Após, eles fizeram o trabalho de rescaldo, com o objetivo de evitar que novos focos de fogo surgissem no local.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que entre os feridos estão sete crianças em estado gravíssimo.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo