Atentado deixa 62 mortos e 33 feridos no Afeganistão

Um ataque contra uma mesquita ocorrido nesta sexta-feira (18) em Jalalabad, no Leste do Afeganistão, causou a morte de pelo menos 62 pessoas e deixou outras 33 feridas. Ainda não há informações sobre os autores deste atentado.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, explosivos foram colocados dentro do templo religioso e foram acionados à distância, durante as orações do dia.

Homens carregam vítima do ataque a uma mesquita no Leste do Afeganistão para um hospital — Foto: Reuters/Parwiz

Os mortos eram em sua grande maioria jovens que estavam rezando no momento da explosão. Até o momento nenhum grupo assumiu a autoria do ataque.

O porta-voz do governador da província, Attaulá Jogyani, disse em entrevista coletiva que o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas, porque ainda existem pessoas sob os escombros.

O Talibã condenou o ataque e atribuiu o mesmo às Forças do Governo ou a Grupo Estado Islâmico.

O atentado de hoje ocorre após a Organização das Nações Unidas (ONU) ter publicado um novo relatório com o número de civis mortos ou feridos no Afeganistão entre os meses de julho e setembro deste ano.

Esse relatório observa também que a violência sem precedentes ao longo de 2019 expõe civis afegãos a níveis extremos de violência, apesar das promessas de todas as partes envolvidas no conflito em prevenir e mitigar os danos ao meio ambiente e a população civil.

Vítima do ataque é levado a um hospital Jalalabad, no Afeganistão, após explosão a uma mesquita — Foto: Reuters/Parwiz

Com informações das Agências Reuters e France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo