Hotel em construção desaba em Nova Orleans (EUA) e deixa 1 morto e 3 desaparecidos

Um hotel de 18 andares desabou na manhã deste sábado (12) em Nova Orleans, no Estado da Louisiana, nos Estados Unidos (EUA), causando a morte de pelo menos uma pessoa e deixando outras três desaparecidas. As autoridades confirmaram a informação de que 19 pessoas ficaram feridas, mas esse número pode aumentar nas próximas horas, à medida que as equipes retirem os escombros da calçada e rua.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, o edifício estava em construção, e as causas do desabamento ainda são oficialmente desconhecidas.

Um hotel em construção desabou na manhã deste sábado (12) em Nova Orleans (EUA), causando a morte de uma pessoa e deixando outras três desaparecidas – Foto: Emily Kask/AFP

Testemunhas disseram que os dois andares mais altos do prédio, provavelmente entre o sexto e o oitavo andar, desabaram no início da manhã de sábado (12), provocando danos estruturais na edificação.

Devido ao risco de novos desabamentos, as autoridades policiais e os bombeiros interditaram a rua onde fica localizado o prédio do hotel, e determinaram a retirada de todos os moradores e comerciantes que ficam localizados nas proximidades. Vários prédios e residências próximas foram esvaziados.

O chefe dos bombeiros, Timothy McConnell, disse em entrevista coletiva, que por enquanto há três desparecidos, uma vítima fatal e 19 feridos.

Todos os feridos foram socorridos e levados a hospitais da região, com exceção de uma pessoa, que recusou atendimento médico.

O prédio que desabou, o Hard Rock Hotel, fica localizado na entrada do Bairro Francês de Nova Orleans, em uma área considerada turística pelas autoridades locais.

Assim que o prédio desabou, equipes da polícia e dos bombeiros foram mobilizadas e enviadas para o local, que foi isolado. As ruas próximas foram interditadas.

Os bombeiros evacuaram os operários que trabalhavam no interior do prédio, e que ainda estavam dentro da edificação, e esvaziaram todos os prédios próximos.

Uma investigação já está em curso para apurar as causas do desabamento e, posterior responsabilidade.

Com informações das Agências AFP e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo