Tufão atinge o Japão e deixa mortos e feridos

O Tufão Hagibis, um dos mais fortes e devastadores das últimas décadas, atingiu na madrugada deste sábado (12) o Japão, causando destruição e mortes. As fortes rajadas de vento provocaram desabamento de árvores e postes de energia elétrica, e as intensas chuvas causaram inundações, alagamentos e deslizamentos de terra.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, a passagem do Tufão Hagibis causou a morte de duas pessoas e deixou outras 10 desaparecidas. Até o momento, 90 pessoas ficaram feridas.

Um forte tufão atingiu neste sábado (12) o Japão, causando destruição e mortes. Casas ficaram danificadas em Ichihara, província de Chiba — Foto: Imprensa Jiji / via AFP Photo

Por determinação das autoridades japonesas, milhares de pessoas permanecem confinadas em casa, sem poderem sair. As ruas de várias cidades, incluindo a capital Tóquio, permanecem vazias.

Os Aeroportos de Haneda (Tóquio) e Narita (Chiba) permanecem fechados e mais de mil voos, entre domésticos e internacionais, foram cancelados.

Ao todo, 430 mil casas permanecem sem energia elétrica e as autoridades determinaram o fechamento imediato de escolas, prédios públicos, locais de entretenimento e pontos turísticos.

As autoridades japonesas emitiram alertas e ordens para que mais de 6 milhões de pessoas deixassem suas casas. Todas estão sendo levadas para abrigos públicos e residências de amigos e parentes.

Cerca de 17 mil policiais e militares do Exército foram mobilizados para ajudar nas operações de resgate.

Equipes de resgate patrulham de barco área residencial em Ise, inundada pelo tufão Hagibis — Foto: Kyodo / via AP Photo

O Tufão Hagibis tocou o solo em Shizuoka, na península de Izu, no Sudeste de Tóquio, por volta das 19 horas (horário local), e um terremoto de magnitude de 5,7 graus na Escala Richter sacudiu a mesma região logo depois.

Por precaução, as autoridades japonesas determinaram a suspensão de todas as linhas de trens de alta velocidade. Algumas linhas de metrô e de trem também deixaram de circular em Tóquio.

No sábado, os bairros de Shibuya e Ginza, conhecidos mundialmente por terem as melhores lojas e vários estabelecimentos de entretenimento, ficam bastantes movimentados, mas hoje, por causa da tempestade, as ruas ficaram desertas.

Imagem mostra a inundação do Rio Isuzu em Ise, no centro do Japão — Foto: Kyodo / via AP Photo

Por causa das condições climáticas no Japão, os organizadores do Grande Prêmio de Fórmula 1 de Suzuka, perto de Nagoya, decidiram cancelar toda a programação deste sábado (12). Os treinos livres aconteceram na sexta-feira (11) e os de classificação estão marcados para a manhã de domingo (13), um pouco antes do início da corrida.

Duas partidas da Copa do Mundo de Rúgbi, que estavam marcadas para hoje, também foram canceladas.

O Serviço de Meteorologia do Japão informou agora a pouco que o Tufão Hagibis está se dirigindo para o Norte do país.

Com informações das Agências France Presse, Reuters e NHK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo