Terremoto de 5,6 graus na Escala Richter atinge o Norte do Paquistão

Um forte terremoto de magnitude de 5,6 graus na Escala Richter atingiu na manhã desta terça-feira (23) o Norte do Paquistão, causando destruição e mortes. A maior parte dos danos ocorreu em uma área entre as cidades de Jhelum e Mirpur.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, o tremor também foi sentido no Território da Caxemira, região disputada entre o Paquistão e Índia.

O Governo da Índia informou que o abalo sísmico também atingiu o país, e causou desabamentos, desmoronamentos e vítimas.

Um forte terremoto atingiu o Paquistão nesta terça-feira (24), provocando danos em várias estradas do país – Foto: Aamir Qureshi / AFP

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS – sigla em inglês), que monitora os abalos sísmicos em todo o planeta, informou que o terremoto atingiu os 5,6 graus na Escala Richter, tendo o epicentro sido localizado a 23 km ao Norte de Jhelum, a 10 km de profundidade.

O chefe da Autoridade Nacional de Gerenciamento de Desastres do Paquistão, tenente-general Mohammad Afzal, disse em entrevista coletiva que as equipes de resgate já foram mobilizadas e enviadas para as regiões mais afetadas pelos tremores, e que a prioridade dessas equipes é resgatar os feridos.

O número oficial de vítimas ainda é incerto, mas as autoridades paquistanesas calculam em 19 mortes, 300 feridos e 550 desabrigados. Os danos são consideráveis, principalmente nas províncias indianas de Punjab, Rajsthan e Haryana.

O primeiro-ministro paquistanês, Raja Farooq Haider Khan, disse em entrevista exclusiva à Agência AFP, que todos os feridos socorridos até o momento estão sendo levados para o Hospital de Mirpur.

Ainda em Mirpur, um prédio desabou e várias residências de luxo ficaram danificadas. A cidade ainda mantém laços com o Reino Unido e metade dos 450 mil habitantes possuem passaporte britânico.

Testemunhas disseram que o terremoto derrubou torres de energia elétrica e de telefonia, além de ter danificado seriamente várias estradas e rodovias, tendo algumas crateras se formado nas pistas, impedindo a passagem de veículos.

A circulação de trens foi suspensa em algumas regiões do Paquistão e da Índia, devido aos danos provocados pelos tremores nas linhas férreas.

O Exército do Paquistão mobilizou tropas e aviões, que foram enviados imediatamente para as áreas mais afetadas da Caxemira.

A parte da Caxemira que é controlada pelo Paquistão já sofreu vários terremotos, tendo o de 2005 causando a morte de pelo menos 73 mil pessoas.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo