Chevrolet apresenta a nova geração do Onix, preço parte de R$ 51.590

Compacto estreia nova plataforma com nota máxima no crash-test, oferece seis airbags, ESC, internet 4G e traz um inédito motor 1.0 turbo flex

Novo Chevrolet Onix hatch faz estreia global no Brasil (Foto: Divulgação)

Novo Chevrolet Onix hatch faz estreia global no Brasil (Foto: Divulgação)

A Chevrolet apresentou a nova geração do Onix nas versões hatch e sedã, batizada como Onix Plus. A escolha do lugar de revelação foi estratégica: Porto Alegre fica próximo da fábrica de Gravataí (RS), onde os compactos são feitos. Veja abaixo os preços.

Chevrolet Onix LT 1.0 flex — R$ 51.590
Chevrolet Onix LTZ 1.0 turbo flex — R$ 66.290
Chevrolet Onix Plus 1.0 flex — R$ 58.590
Chevrolet Onix Plus LT 1.0 flex — R$ 61.190
Chevrolet Onix Plus LTZ 1.0 turbo flex — R$ 70.990

As vendas o Onix Plus começam neste mês, e o hatch chega às lojas em novembro.

Nova geração do sedã Prisma adota o nome Onix (Foto: Divulgação)

Nova geração do sedã Prisma adota o nome Onix (Foto: Divulgação)

Na prática, o Onix Plus é a segunda geração do Prisma. Em relação ao original, o sedã inaugura o motor 1.0 turbo de três cilindros na linha nacional do fabricante — o tricilíndrico também é fabricado no Brasil, em Joinville (SC).

Feito sobre a plataforma modular GEM (Global Emerging Markets), o novo Onix foi criado em parceria com a chinesa SAIC, uma das sócias da General Motors no país oriental. Não por acaso, o modelo foi apresentado alguns meses atrás no Salão de Xangai.

Entre-eixos saltou a 2,60 metros e ampliou bem a cabine (Foto: Divulgação)

Entre-eixos saltou a 2,60 metros e ampliou bem a cabine (Foto: Divulgação)

A grande novidade mecânica é o novo motor 1.0 tricilíndrico. É o primeiro um litro turbo da Chevrolet brasileira, que garantiu que o motor será o 1.0 turbo mais rápido e econômico do mercado. Dotado de injeção direta, rende 116 cv, contra 124 cv do chinês.

De qualquer forma, o novo motor promete nível de desempenho próximo do 1.0 TSI de Volkswagen Polo e Virtus. A GM anuncia uma aceleração de zero a 100 km/h no sedã em 9,7 segundos. Esse tipo de motorização é cada vez mais popular no nosso mercado e também vai equipar o novo Hyundai HB20S.

Segundo o Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro, o consumo do sedã com gasolina na estrada é de 15,7 km/l, e de 12 km/l na cidade. Já com etanol, as médias ficam em 10,9 km/l e 8,6 km/l, respectivamente.

Compactos trazem a nova geração da multimídia MyLink (Foto: Divulgação)

Compactos trazem a nova geração da multimídia MyLink (Foto: Divulgação)

Outro ponto revolucionado pelo novo projeto é o espaço interno. O entre-eixos cresceu oito centímetros em relação ao Prisma e chegou aos 2,60 metros. Na prática, o carro oferece vão para cabeças e pernas de passageiros com pouco mais de 1,80 metro.

O passageiro central não tem o mesmo conforto dos que vão nas pontas, mas o túnel central baixo ajuda a acomodar as pernas dos mais altos.

Onix Plus recebe 5 estrelas no teste do Latin NCAP (Foto: Divulgação)

Onix Plus recebe 5 estrelas no teste do Latin NCAP (Foto: Divulgação)

Nota máxima no crash-test

O Latin NCAP também revelou uma nova rodada de testes de colisão, e o novo Onix Plus recebeu nota máxima (5 estrelas) tanto para a proteção de crianças, quanto na proteção de adultos. De acordo com a montadora, o sedã mostrou bom desempenho nos testes de impacto frontal, lateral e lateral de poste.

O recém-lançado Onix Plus possui Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) e seis air-bags como equipamento padrão: dois dianteiros, dois laterais de corpo e dois de cortinas.

Embora o Onix e Prisma veteranos tenham recebido reforços, eles obtiveram apenas três estrelas para adultos e ainda devem em outro ponto. Se os dois não receberem o ESP, ambos terão que sair de linha até 2022, data na qual o item de segurança passará a ser exigido para carros antigos feitos no Brasil.

Chevrolet Onix e Prisma Joy seguem em linha (Foto: Divulgação)

Chevrolet Onix e Prisma Joy seguem em linha (Foto: Divulgação)

Internet 4G e nova multimídia

A tecnologia a bordo também tem novidades. O sistema MyLink foi aprimorado e passou a oferecer wi-fi pelo 4G nativo, ou seja, que independe do celular — mas o serviço cobrará uma mensalidade. A tecnologia foi apresentada no Cruze reestilizado.

Em nome da segurança, o Chevrolet passa a vir com controle eletrônico de estabilidade e de tração, além de airbags laterais, itens nunca aplicados na segunda geração do Prisma — o carro teve ainda uma primeira encarnação feita sobre o Celta.

Novo Tracker no início de 2020

A GM confirmou a estreia da nova geração do Tracker para o início de 2020. O SUV nascerá da mesma plataforma global da família Onix, que dará origem também a outro utilitário médio do tamanho do Jeep Compass, previsto para estrear entre 2020 e 2021.

Os lançamentos seguintes dos modelos derivados da plataforma GEM devem incluir uma inédita picape média-pequena, perfeita para enfrentar a Fiat Toro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo