Renault Triber é a minivan do Kwid que leva até sete passageiros e tem motor 1.0

Desenvolvido para o mercado indiano, modelo tem menos de 4 metros de comprimento e 71 cv de potência

Renault Triber tem dianteira que lembra a do Kwid (Foto: Divulgação)

Renault Triber tem dianteira que lembra a do Kwid (Foto: Divulgação)

A Renault apresentou o Triber, uma minivan compacta feita (inicialmente) apenas para o mercado indiano. É a mesma estratégia usada pela montadora no lançamento do Kwid, que surgiu na Índia em 2015 e chegou ao Brasil em 2017.

O Kwid, por exemplo, é um carro para países emergentes e que atende boa parte da América Latina – exportado para Argentina, Bermuda, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, México, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai.

Com 3,99 metros de comprimento – menor que um Volkswagen Polo – o Triber tem visual que lembra um utilitário, mas o interior é de minivan.

Modelo começa a ser vendido na Índia no segundo semestre (Foto: Divulgação)

Modelo começa a ser vendido na Índia no segundo semestre (Foto: Divulgação)

O Triber pode parecer pequeno por fora, mas tem uma carroceria modular que pode levar até sete ocupantes. Na configuração para cinco passageiros, o porta-malas tem 625 litros de capacidade, mas com lotação máxima, sobram apenas 84 l para cargas.

O bom aproveitamento do espaço interno se explica pelo razoável entre-eixos de 2,64 m e da altura de 1,64 m – para ter uma ideia, o Captur mede 1,62 m. E apesar disso, pesa somente 25 kg a mais que um Volkswagen up!, com seus 947 kg.

Minivan mede 3,99 metros e tem entre-eixos de 2,64 m (Foto: Divulgação)

Minivan mede 3,99 metros e tem entre-eixos de 2,64 m (Foto: Divulgação)

Mesmo leve, não espere um desempenho brilhante: sob o capô há um motor 1.0 de três cilindros que entrega 71 cv e 9,8 kgfm de torque – basicamente o mesmo rendimento do motor 1.0 SCe do Kwid quando abastecido com etanol. O câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automatizado. É um conjunto relativamente fraco para um carro desse porte, ainda mais se estiver carregado.

Painel digital e sistema multimídia com tela de 8" são destaques na cabine (Foto: Divulgação)

Painel digital e sistema multimídia com tela de 8″ são destaques na cabine (Foto: Divulgação)

De acordo com a Renault, o modelo tem mais de 100 configurações de assentos possíveis. A segunda fileira de bancos é deslizante e reclinável, enquanto a terceira tem bancos individuais fáceis de instalar e remover.

Por dentro, o interior é minimalista, mas traz boas surpresas, como painel de instrumentos digital, sistema multimídia com tela de oito polegadas, partida sem chave e câmera de ré. Assim como no Kwid, o custo-benefício é uma das maiores vantagens.

Interior tem mais de 100 configurações de assentos, segundo a Renault (Foto: Divulgação)

Interior tem mais de 100 configurações de assentos, segundo a Renault (Foto: Divulgação)

Em termos de estilo, o Triber se assemelha em alguns traços ao irmão menor, com a grande grade dianteira recortada em forma de U na parte de baixo que se conecta aos faróis (mais afunilados no recém-chegado). O logotipo da Renault também invade a ponta do capô em ambos os modelos.

A minivan chega ao mercado indiano no segundo semestre por um “preço competitivo”, diz a Renault.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo