McDonald’s apoia campanha do MPT contra o trabalho infantil

Pelo terceiro ano consecutivo, marca fará ações para ajudar na conscientização sobre a necessidade de erradicar o trabalho de crianças no país

Maior geradora do primeiro emprego no país, marca apoia a campanha de conscientização do MPT no Dia Internacional Contra o Trabalho Infantil, em 12 de junho – Foto: Divulgação

Em comemoração ao Dia Internacional Contra o Trabalho Infantil, celebrado no próximo dia 12, o McDonald’s apoia a campanha “Criança não deve trabalhar, infância é para sonhar”, realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Reconhecida como uma das maiores geradoras do primeiro emprego para jovens, a companhia utilizará sua força e alcance para dar ênfase a campanha #Infânciasemtrabalho, ampliando a conscientização e mobilização sobre o assunto. No dia 12, a rede usará seus canais nas redes sociais para falar sobre o tema e também realizará ações internas para seus mais de 50 mil funcionários no país.

“Sabemos que podemos usar nossa escala e capilaridade como marca para impulsionar discussões necessárias para a evolução de questões sociais no nosso país. Aproveitamos a forte relação que temos com os clientes dentro e fora do restaurante para ampliar a discussão sobre esse tema, assim como mobilizaremos nossos mais de 50 mil funcionários para falarem sobre o tema”, comenta Paulo Camargo, presidente da Divisão Brasil da Arcos Dorados, franquia que opera a marca McDonald’s no Brasil e em outros 19 países da América Latina.

O procurador Ronaldo Lira, representante do MPT e vice-coordenador nacional da Coordinfância (Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente), que trata especificamente da erradicação do trabalho infantil e da regularização do trabalhador adolescente, destaca a importância de ter a companhia novamente como parceira. “Já são três anos contando com a força e o apoio de uma marca como o McDonald´s. É uma parceria valiosa nessa causa, pois é muito reconhecida pelo público. Dessa forma, desejamos que a conscientização sobre o combate ao trabalho infantil chegue aos quatro cantos do país”, conclui.

Compromisso com a causa

O Brasil foi o primeiro local da América Latina a receber um restaurante McDonald´s, há 40 anos. A marca, operada pela Arcos Dorados desde 2007, contempla um sistema de mais de 960 restaurantes, distribuídos em todos os estados e Distrito Federal. A companhia é o principal gerador de primeiro emprego formal no país, tendo criado somente em 2018 oportunidades de emprego para 15 mil jovens, entre 17 e 25 anos.

Além do trabalho, a empresa investe na empregabilidade, em programas como o Aperte o Play, que oferece cursos de TI e Gastronomia, desenvolvendo habilidades que os jovens vão levar para o resto da vida. Por ano, são investidos 40 milhões de reais em treinamento dos funcionários, que têm como o resultado a formação para o trabalho e para a vida, e permitem ainda que as pessoas possam desenvolver sua carreira na companhia. Atualmente metade da diretoria da empresa é ocupada por pessoas que começaram sua carreira nos restaurantes.

Anualmente, a marca emprega 1,7 mil aprendizes, seguindo as melhores práticas do mercado. A idade mínima para ser contratado na rede é de 16 anos, sendo vetada a contratação de menores seja para a empresa seja em seus fornecedores – ao longo do ano, são realizadas auditorias SWA (Social Workplace Accountability) que confirmam o cumprimentam tais regras.

Trabalho infantil no Brasil

  • 2,4 milhões de crianças e adolescentes de 5 a 17 anos trabalham no Brasil (32% em atividades agrícolas)
  • As regiões Nordeste e Sudeste registram as maiores taxas de ocupação, respectivamente 33% e 28,8% da população de 2,4 milhões na faixa entre cinco e 17 anos.
  • 2 em cada 3 crianças em situação de trabalho infantil são do sexo masculino
  • 94% do trabalho infantil doméstico é realizado por meninas

Fonte: Fnpeti (www.fnpeti.org.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo