Tiroteio deixa 12 mortos e 4 feridos em Virginia Beach, nos EUA

Um homem armado com um rifle e com uma pistola invadiu na tarde desta sexta-feira (31), por volta das 17h05min (horário de Brasília), um prédio de escritórios públicos localizados na cidade de Virginia Beach, na Costa Leste dos Estados Unidos (EUA), e atirou contra os funcionários, causando a morte de 12 pessoas e deixando outras quatro feridas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o suspeito seria um antigo funcionário, que invadiu a repartição pública, atirando e matando seus antigos colegas de trabalho.

Equipes de emergência, dos bombeiros e da polícia foram mobilizadas e enviadas para a região, que foi isolada e cercada. Houve pânico, e muitas pessoas deixaram o prédio correndo, permanecendo na rua.

Homem armado invade escritórios públicos em Virginia Beach, nos EUA, e mata pelo menos 12 pessoas — Foto: Kaitlin McKeown/AP

Assim que a polícia chegou ao local, o suspeito iniciou outro tiroteio com eles, sendo atingindo no confronto. Um agente policial também foi atingindo.

Paramédicos socorreram o suspeito, que morreu quando estava sendo atendido. O policial também foi socorrido, e como ele estava usando um colete a prova de bala, o ferimento foi superficial.

Três corpos foram localizados e resgatados em três andares diferentes e no estacionamento. Os demais foram encontrados no saguão do prédio e em salas.

O chefe de polícia de Virginia Beach, James Cervera, disse em entrevista coletiva, que o suspeito morreu em um confronto com policiais, e que ele morreu antes que pudesse ser socorrido.

Um rifle, uma pistola e duas caixas de munições foram encontradas e apreendidas junto ao corpo do suspeito.

Policial mantem fechado o complexo administrativo de Virginia Beach, nos EUA, onde um assassino abriu fogo e matou dezenas de funcionários na sexta-feira (31) — Foto: Kaitlin McKeown/The Virginian-Pilot via AP

O número de feridos pode ser maior, porque muitos funcionários públicos que ficaram feridos procuraram atendimento médico por conta própria, antes mesmo da chegada das equipes de emergência.

As motivações que levaram o suspeito a cometer o crime ainda são oficialmente desconhecidas. A polícia local e o FBI estão investigando o caso. A identidade do suspeito não foi divulgada.

Policiais de Virginia Beach estão vistoriando a casa do suspeito e estão ouvindo os familiares e amigos dele.

Por precaução, policiais permanecem na região, que se encontra isolada e cercada. A polícia acredita que ele tenha agido sozinho, mas para evitar possíveis ataques, pediu a todos que evitem a região.

O prédio onde ficam localizados os escritórios do governo de Virginia Beach permanece fechado.

O governador do Estado da Virgínia, Ralph Northam, lamentou o massacre e disse que seu governo está preparado para auxiliar as autoridades de Virginia Beach.

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo