Morre nos EUA a atriz e cantora Doris Day

A atriz morreu aos 97 anos em sua residência, em de Carmel Valley, na Califórnia (EUA)

Atriz Doris Day – Foto: Divulgação

A atriz e cantora Doris Day morreu na manhã desta segunda-feira (13), aos 97 anos, na cidade de Carmel Valley, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos (EUA). Ela faleceu cercada de amigos e familiares.

De acordo com informações das principais agências internacionais, a morte da atriz aconteceu em sua residência, de causas naturais em decorrência da idade. Ainda não foram divulgadas informações sobre o quando e onde serão realizados o velório e o sepultamento.

Estrela de sucesso, Doris Day atuou em dezenas de filmes norte-americanos, onde se destacam ‘Ardida Como Pimenta’ (1953); ‘O Homem Que Sabia Demais’ (1956) e ‘Confidências à Meia-Noite’ (1959).

Pelo filme ‘Confidências à Meia-Noite’, ela foi indicada ao Oscar, mas não levou a estatueta. Doris Day ganhou um prêmio especial do Globo de Ouro, chamado de ‘Cecil B. DeMille, em 1986, pela sua carreira.

Também venceu por três vezes o Globo de Ouro, na categoria de atriz favorita do cinema mundial.

Atriz Doris Day – Foto: Divulgação

Em 2004, a atriz foi condecorada pelo então presidente norte-americano George W, Bush com a Medalha da Liberdade, horaria civil mais importante dos Estados Unidos.

Doris Mary Ann Kappelhof nasceu em 1922 na cidade de Cincinnati. Era filha de um professor de música e de uma dona de casa. Autuou em filmes de sucesso nas décadas de 50 e 60.

Com lindos cabelos loiros, e sempre simpática com todos, a atriz foi estrela de sucessos de bilheteria em Hollywood. Começou sua carreira como cantora em uma rádio de sua cidade natal. Ganhou espaço em uma boate local e, após, se mudou para Nova York.

Em 1945, lançou seu primeiro hit de sucesso, ‘Sentimental Journey’. Após vieram outros sucessos, como ‘Everybody Loves a Lover’, ‘Whatever Will Be, Will Be’ (Que Será, Será) e ‘Secret Love’.

Em 1976, ela lançou um livro autobiográfico, intitulado ‘Doris Day: Sua Própria História’, onde conta em detalhes os problemas que teve com dinheiro após o fim de seus três casamentos, e com processos movidos contra empresários e advogados.

No livro, ela também conta detalhes sobre sua amizade com o ator Rock Hudson, falecido em 1985 em Beverly Hills, na Califórnia, nos EUA, em decorrência de problemas com HIV (Aids).

TCM Remembers: Doris Day (1922 – 2019)

Trailer: Ardida Como Pimenta (Calamity Jane) 1953

Confidências à Meia Noite (Pillow Talk) 1959

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo