Tiroteio em sinagoga deixa mortos e feridos na Califórnia (EUA)

Um homem armado invadiu neste sábado (27) uma sinagoga em Poway, Região Metropolitana de San Diego, no Estado da Califórnia, nos Estados Unidos (EUA). O suspeito atirou contra as pessoas que lá estavam, causando a morte de uma pessoa e deixando outras quatro feridas, entre elas o rabino, que foi socorrido e levado a um hospital.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, as autoridades policiais ainda não sabem informar a motivação do crime, mas já identificaram e prenderam o suspeito, que foi levado a uma delegacia de polícia.

A Polícia de Poway, na Califórnia (EUA), isolou a Sinagoga de Chabad, e bloqueou todas as ruas próximas – Foto: John Gastaldo/Reuters

Segundo informações do prefeito da pequena cidade de Poway, Steve Vaus, os policiais prenderam o suspeito a poucos metros de distância do templo religioso, e não informaram o nome dele e nem a participação dele no ataque.

O prefeito Steve Vaus disse ainda que o ataque foi efetuado por motivação de ódio contra os judeus.

Já o jornal ‘San Diego Union Tribune’ informou que das quatro pessoas baleadas, uma delas morreu no local e outras três foram socorridas e levadas a hospitais da cidade.

Já o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lamentou o ocorrido e agradeceu as forças de segurança, que agiram rapidamente para conter mais mortes, prendendo o suspeito.

Pensamentos e orações a todos aqueles afetados pelo tiroteio na sinagoga em Poway, Califórnia. Deus abençoe todos“, escreveu Donald Trump no Twitter.

Até as 16h55min (horário de Brasília) de hoje, as autoridades norte-americanas não informaram se o caso foi um ataque, atentado ou uma simples troca de tiros. Por essa razão, a polícia está tratando a ocorrência como “incidente com tiros”.

Com informações das Agências Reuters e France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo