Tiroteio deixa 3 mortos e dezenas de feridos na Holanda

Ataque deixa mortos e feridos em Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18) — Foto: Robin van Lonkhuijsen / ANP / AFP

Um homem armado invadiu na manhã desta segunda-feira (18) uma estação de bonde na cidade de Utrech, na Holanda, e efetuou vários disparos contra passageiros e funcionários, causando a morte de pelo menos três pessoas e deixando outras nove feridas.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, o suspeito conseguiu fugir do cerco policial e ainda não foi capturado.

Equipes de emergência, policiais, bombeiros e paramédicos foram mobilizados e enviados para o local, que foi isolado e cercado. Apesar do cerco policial, o suspeito conseguiu evadir-se e ainda não foi identificado.

Equipes de resgate instalam tela de proteção no local onde um corpo foi coberto com um lençol branco, após o tiroteio em Utrecht, na Holanda, nesta segunda-feira (18) — Foto: Peter Dejong/AP

A polícia holandesa trabalha com a hipótese de ataque doméstico, mas não descarta a possibilidade de atentado terrorista. Investigações já estão em curso e a prioridade é identificar, localizar e prender o autor do ataque.

Os feridos estão sendo socorridos e encaminhados a hospitais da cidade. Já os corpos das vítimas fatais estão sendo resgatados e levados para os necrotérios dos hospitais, onde serão feitos os exames necroscópicos.

As autoridades policiais informaram que os tiros começaram por volta das 10h45min (horário local), na Praça 24 de Outubro, próximo a uma estação de bondes, no centro da cidade. Testemunhas disseram que o suspeito fugiu em um carro.

Uma grande operação policial está em andamento para tentar identificar, localizar e prender o criminoso. O carro do suspeito foi localizado próximo a um prédio, que está sendo vistoriado.

Policial observa carros no centro de Utrecht, na Holanda, após o tiroteio que deixou 3 mortos e 9 feridos — Foto: Piroschka van de Wouw/Reuters

A polícia divulgou agora a pouco a foto do suspeito, identificado como sendo o turco Göken Tanis, de 37 anos, e que aparentemente estaria envolvido com o ataque de hoje de manhã.

O Coordenador Nacional para Segurança e Contraterrorismo na Holanda, Pieter-Jaap Aalbersberg, declarou que pode haver outros suspeitos, e que as investigações continuam em andamento.

Não podemos descartar a motivação terrorista“, afirmou, Pieter-Jaap Aalbersberg.

O porta-voz da Polícia Holandesa, Joost Lanshage, disse que nenhum suspeito foi detido e que as investigações continuam em curso.

A Praça 24 de Outubro permanece fechada e ambulâncias estão no local para socorrer e resgatar os feridos. Três helicópteros foram colocados à disposição das equipes de resgate para ajudar no socorro às vítimas.

O primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, determinou que as forças de segurança do país fossem mobilizadas e que a segurança em portos, aeroportos e estações de ônibus, trens e metrô fossem reforçadas.

O Comitê de Combate ao Terrorismo foi acionado e deve debater o ataque. Uma das medidas tomadas pelo comitê foi determinar que as escolas e universidades fossem fechadas, e que as aulas fossem suspensas. As mesquitas e demais templos religiosos também foram esvaziados e fechados.

Alguns pontos turísticos, assim como locais de entretenimento, como teatros, cinemas e boates, foram fechados.

A cidade de Utrecht possui mais de 300 mil habitantes e fica a cerca de 40 km de distância da capital holandesa, Amsterdã.

Com informações das Agências Reuters, Associated Press e France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo