Melo e Kubot vencem e enfrentam Djokovic e Fognini na semifinal do Masters 1000 de Indian Wells

Jogo será nesta sexta-feira (15), em horário a ser definido, valendo vaga na final. Na madrugada desta quinta-feira (14), dupla cabeça de chave número 6 passou por Inglot e Skugor, de virada, para avançar no torneio. Melo e Kubot receberam homenagem da ATP pelos 12 títulos conquistados pela parceria

Muita calma e confiança da dupla para garantir vaga na semi (Divulgação)

São Paulo (SP) – O Masters 1000 de Indian Wells tem sido de vitórias, jogos difíceis e comemoração pelas boas atuações para Marcelo Melo e Lukasz Kubot. Na madrugada desta quinta-feira (14), a dupla – cabeça de chave número 6 – venceu seu terceiro jogo no torneio, novamente no match tie-break, avançando às semifinais: 2 sets a 1, de virada, diante do britânico Dominic Inglot e do croata Franko Skugor, parciais de 4/6, 6/2 e 10-6, em 1h22min.

Na semifinal, Melo e Kubot enfrentarão, na busca da vaga para a decisão do título na Califórnia, o número 1 do mundo em simples, o sérvio Novak Djokovic, que neste torneio está também jogando em parceria com o italiano Fabio Fognini. A partida será nesta sexta-feira (15), em horário a ser definido.

“A chave do jogo foi novamente manter a calma, sabendo que perdemos algumas oportunidades no primeiro set, mas que estávamos nos sentindo bem, que precisávamos realmente passar um ponto na frente, o que conseguimos no início do segundo set. E no super tie-break aproveitamos praticamente todas as chances que tivemos e jogando com muita confiança os pontos importantes”, analisou Marcelo, patrocinado por Centauro, BMG e Itambé, com o apoio da Volvo e Confederação Brasileira de Tênis.

Melo e Kubot recebem homenagem da ATP (Divulgação)

“Agora temos um jogo atípico pela frente, enfrentando o Djokovic e o Fognini, que estão jogando muito bem. Então precisamos estar bem preparados. Temos um dia para continuar a preparação, para ir em busca dessa final. O Lukasz também está muito contente com nosso desempenho. Estamos conseguindo controlar bem o jogo e passando rodada por rodada, passo a passo. Vamos com tudo na semifinal sexta-feira”, completou Marcelo.

Mais uma vitória em Indian Wells. Mais uma vez no match tie-break, mostrando calma e confiança nos momentos decisivos do jogo. No primeiro set, Melo e Kubot viram os adversários conseguirem a quebra no terceiro game, fazendo 2/1. Em seguida, devolveram o break, deixando tudo igual. Mas, uma nova quebra, no nono game, marcando 5/4, deu a vitória para Inglot e Skugor, que fecharam a série na sequência por 6/4.

Em busca da reação, Melo e Kubot saíram na frente no segundo set, abrindo 3/0, com um break no segundo game. Ao longo de toda a série, não tiveram a vitória ameaçada, voltando a quebrar no oitavo game para ganhar por 6/2 e levar o jogo para o match tie-break. Aí, após muito equilíbrio, com as duas duplas se alternando à frente, até o 6-6, Melo e Kubot marcaram quatro pontos seguidos para vencer por 10-6 e garantir lugar na semifinal de sexta-feira.

Homenagem da ATP – Nesta semana, durante o Masters 1000, a ATP entregou um quadro para Melo e Kubot pelos 12 títulos que conquistaram até agora como parceiros. “Muito obrigado à ATP pela surpresa, pela lembrança”, afirmou Marcelo.

Quadro entregue à dupla pelos 12 títulos (Divulgação)

Três vitórias em 2019 – O brasileiro Marcelo Melo, 35 anos, e o polonês Lukasz Kubot, 36 anos, estão jogando juntos desde o início da temporada 2017. Antes, formaram parceria em torneios como o ATP de Viena, onde foram campeões em 2015 e 2016. Na temporada 2019, conquistaram até agora três vitórias, no Masters 1000 de Indian Wells. Melo é o atual número 12 do ranking mundial individual de duplas da ATP, com 4.840 pontos. Kubot está em oitavo lugar, com 5.110 pontos.

Em 2018, Melo e Kubot disputaram 63 jogos, em 25 torneios, com 41 vitórias, conquistando quatro títulos: ATP 250 de Sidney, na Austrália; ATP 500 de Halle, na Alemanha; ATP 500 de Beijing e Masters 1000 de Xangai, ambos na China. Nos Grand Slam, foram vice-campeões no US Open, em Nova Iorque (EUA). O ano marcou três recordes na carreira de Marcelo: passou a ser o tenista brasileiro com maior número de semanas no topo do ranking – 56; recordista brasileiro em número de títulos da ATP, encerrando 2018 com 32; e o jogador brasileiro que mais vezes disputou o ATP Finals – seis vezes.

Principais conquistas na carreira – Entre os 32 títulos de Melo na carreira, todos em duplas, dois são Grand Slam – Roland Garros, na França (2015) e Wimbledon, em Londres (2017) e nove Masters 1000, além de sete ATP 500 e 14 ATP 250. Em 2018, pelo 12º ano consecutivo comemorou ao menos um título por temporada. O primeiro título em torneios ATP foi em 2007, no Estoril, em Portugal. Tem dois Grand Slam, além de um vice em Londres (2013) e um vice (2018) e duas semifinais no US Open. Marcelo também lidera no número de títulos em Masters 1000. Em Xangai 2018 chegou ao nono, depois de ganhar Xangai (2013 e 2015), Paris (2015 e 2017), Toronto (2016), Cincinnati (2016), Miami (2017) e Madri (2017).

Temporada 2018

Títulos:

ATP 250 – Sidney (Austrália), rápida

ATP 500 – Halle (Alemanha), grama

ATP 500 – Beijing (China), rápida

Masters 1000 – Xangai (China), rápida

Vice-campeonato:

Grand Slam – US Open – Nova Iorque (EUA)

Mais informações:

Site:  www.melomarcelo.com 

Fanpage:  facebook.com/marcelomelo83 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo