Prefeitura de Campo Grande fortalece ações de Prevenção ao Suicídio

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos, via Coordenadoria dos Direitos Humanos Violados e Programa Valorização da Vida desde 2018 vem realizando por meio de palestras, rodas de conversa e campanhas informativas ações de prevenção ao suicídio.

Foto: Divulgação

O Programa

Ao longo de 2018, foram visitados 37 locais, entre CRAS, CCI, Projetos Sociais para Jovens, Escolas, Centros Comunitários, Instituições Religiosas atingindo os mais diversos públicos, crianças, adolescentes, jovens e adultos. Ao todo só em 2018 foram 2635 pessoas que participaram de algum tipo da ação do Programa, 115 atendimentos diretos, e mais de 15 mil pessoas tiveram acesso as campanhas publicadas na página oficial da Subsecretaria.

Para 2019, a equipe que conta com profissionais qualificados (Assistente Social, Psicólogo, Advogado, Pedagogo e Educador Social, e também o Palestrante e Coordenador do Projeto Valorização da Vida, Marco Antônio de Moraes) já tem um planejamento estratégico elaborado que visa atender o triplo de público, intensificando as ações e possibilitando a redução dos agravos da Saúde Mental e seus riscos, quebrando tabus e formando agentes multiplicadores fomentando assim uma cultura de prevenção ao suicídio.

Para o Subsecretario Wellington Kester “A execução de agendas positivas que levam a informação, a sensibilização e que desta forma promovam a prevenção ao suicídio são fundamentais no processo de promoção, defesa e garantia dos Direitos Humanos, principalmente na defesa do direito primordial, a vida”.

Foto: Divulgação

Estatísticas

 Atualmente, o suicídio no Brasil é encarado como um problema de saúde pública, vivendo, ainda, a situação de tabu. Os números oficiais, segundo a Campanha Setembro Amarelo, indicam que 32 brasileiros cometem suicídio por dia. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) mais de 800 mil pessoas no mundo tiram a própria por ano e já é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos.

No Brasil já é a 4a maior causa de morte entre os jovens de 15 a 29 anos, no MS estamos entre o 2° e 3° Estado com maior índice de suicídios, já segundo NPV (Núcleo de Prevenção a Violência) em Campo Grande/MS o índice é de aproximadamente 65 tentativas ao mês.

Agendamentos de Ações

Poderão ser feitos na Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos – Rua Barão do Rio Branco, n° 2260 ou através da Coordenadoria dos Direitos Violados pelo telefone: (67) 3314-3277, no horário de atendimento das 7h30 às 11h00 e das 13h00 às 17h30.

Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo