Explosão atinge edifício residencial na Rússia e deixa 7 mortos e 25 feridos

Uma forte explosão atingiu na manhã desta segunda-feira (31/12), por volta das 06 horas (horário local), um prédio residencial na cidade de Magnitogorsk, em Chelyabinsk, na Rússia, causando a morte de pelo menos sete pessoas e deixando outras 36 desaparecidas. Ao todo, 25 pessoas ficaram feridas.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, a explosão destruiu a lateral do prédio e danificou pelo menos 48 apartamentos. Ela pode ter sido causada por um vazamento de gás.

Uma forte explosão atingiu nesta segunda-feira (31/12) um prédio residencial na Rússia, causando a morte de 7 pessoas. — Foto: Russian Emergency Situations Ministry / AFP

Equipes de resgate foram mobilizadas e enviadas para o local da tragédia. Bombeiros e policiais estão trabalhando nas buscas por sobreviventes que ainda possam estar sob os escombros.

Os trabalhos de busca e salvamento estão sendo difíceis devido à baixa temperatura, cerca de 50º C negativos, e, sobretudo, devido ao risco de desabamento de parte do prédio.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que bombeiros russos conseguira localizar e resgatar com vida na manhã desta terça-feira (1º de janeiro), um bebê de 10 meses.

As equipes de resgate conseguem retirar com vida uma das vítimas do desabamento. — Foto: Russian Emergency Situations Ministry / AFP

A criança é do sexo masculino e ficou cerca de 35 horas sob os escombros do prédio, a uma temperatura de aproximadamente – 17º C.

Equipes médicas estão tratando do recém-nascido, que apresenta uma lesão na cabeça e queimaduras no rosto, provavelmente provocadas pelo intenso frio.

A mãe da criança, que foi anteriormente resgatada com vida, já está no hospital acompanhando o tratamento dela.

O porta-voz do Ministério de Emergência da Rússia disse que o resgate do bebê aconteceu depois que um socorrista ouviu o choro. Imediatamente ele a resgatou e a enrolou em um cobertor, entregando-a posteriormente a um paramédico, que a colocou em uma ambulância.

Imagem mostra os socorristas russos resgatando dos escombros um bebê na Rússia – Foto: WhatsApp

A explosão danificou 48 apartamentos e pode ter afetado seriamente a estrutura do edifício, que permanece interditado.

O porta-voz do Ministério de Situações de Emergência, Ievgueni Zinitshev, disse na manhã desta terça-feira (1º de janeiro), que as buscas por 36 desparecidos tiveram que ser temporariamente suspensas, porque há um “risco real” de desmoronamento de parte do prédio, cuja estrutura entrou em colapso.

Ainda de acordo com Ievgueni Zinitshev, a prioridade agora é estabilizar as estruturas do edifício para que sejam retomadas as buscas por mais sobreviventes. Essa estabilização, no entanto, deve levar cerca de 24 horas.

 

Com informações das Agências France Presse, Reuters e Deutsche Welle

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo