Explosão em fábrica deixa 3 mortos e 50 feridos na República Dominicana

Uma forte explosão atingiu na tarde desta quarta-feira (05/12) uma fábrica de plástico em Santo Domingo, capital da República Dominicana, Região do Caribe, causando a morte de três pessoas e deixando outras 50 feridas, das quais 12 em estado gravíssimo. As causas do incidente ainda são desconhecidas, mas já estão sendo investigadas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, por causa da explosão vários prédios, estabelecimentos comerciais, escolas e residências tiveram que ser evacuadas.

Equipes vistoriam os escombros de uma fábrica de plásticos na República Dominicana, destruída por uma forte explosão nesta quarta-feira (05/12) – Foto: Tatiana Fernandez/AP Photo

Testemunhas disseram que o fogo em um aquecedor teria causado a explosão. As autoridades e bombeiros, no entanto, não confirmaram a informação.

Equipes da Polícia e dos Bombeiros foram mobilizadas e enviadas para o local, que foi isolado. Todas as ruas próximas foram interditadas e o tráfego de veículos suspenso.

As autoridades dominicanas disseram que o número de vítimas pode aumentar nas próximas horas, porque ainda existem muitas pessoas sob os escombros.

A imprensa local disse que faíscas em um aquecedor teria provocado as chamas e, consequentemente, a explosão, que destruiu praticamente toda a fábrica.

Fumaça provocada pela explosão em fábrica em Santo Domingo, na República Dominicana, pode ser vista à distância – Foto: Tatiana Fernandez/AP Photo

O jornal dominicano ‘Diario Libre’ informou que ao menos cinco escolas tiveram que ser fechadas, tendo todos os alunos, professores e funcionários sido obrigados a deixarem rapidamente os respectivos estabelecimentos de ensino.

Há relatos, ainda não oficialmente confirmados, de que entre os feridos há nove estudantes. O estado de saúde das vítimas não foi informado.

Por precaução, o governo da República Dominicana suspendeu por tempo indeterminado as aulas nas escolas e centro educacionais próximos a fábrica.

A prefeitura local pediu, via redes sociais, que a população evite passar pela região, para não prejudicar o trabalho dos bombeiros e o socorro às vítimas.

Destroços da fábrica de plástico em Santo Domingo, capital da República Dominicana é visto nos arredores do local – Foto: Tatiana Fernandez/AP Photo

Cerca de 20 equipes de policiais, bombeiros e socorristas trabalham na fábrica e arredores. A prioridade é apagar as chamas e socorrer as vítimas.

Um diretor da Empresa PolyPlas, responsável pela fábrica onde ocorreu a explosão, disse que ainda existem funcionários desaparecidos, os quais pode estar sob os escombros.

Já o proprietário da PolyPlas, Manuel Díaz Cabral, disse que técnicos da empresa estão trabalhando em conjunto com as autoridades para determinar as causas do incidente e os impactos na sociedade.

Com informações das Agências Associated Press e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo