Desabamento de ponte deixa 20 mortos em Gênova, na Itália

Equipes de resgate e bombeiros trabalham nos escombros da ponte em busca de possíveis vítimas – Foto: WhatsApp

Uma ponte desabou parcialmente na manhã desta terça-feira (14/08), por volta das 11h15min (horário local), em Gênova, no Norte da Itália, causando a morte de pelo menos 20 pessoas e deixando outras 16 feridas, das quais três em estado grave. As causas do acidente ainda são desconhecidas, mas já estão sendo apuradas.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pelas principais agências internacionais de notícias, o incidente aconteceu na Ponte Morandi, que entrou em colapso, desabando sobre dezenas de carros e pedestres.

Equipes de emergência formadas por policiais, bombeiros, paramédicos e voluntários foram acionadas e imediatamente enviadas para o local, que permanece isolado e cercado. A prioridade é resgatar os feridos, que estão sendo socorridos e encaminhados a hospitais da região.

Os feridos que se encontram em estado crítico estão sendo levados de helicópteros para os hospitais, que estão de prontidão para receber as vítimas.

Uma ponte desabou na manhã desta terça-feira (14/08) em Gênova, no Norte da Itália, causando a morte de pelo menos 20 pessoas – Foto: Reuters

As equipes de resgate ainda estão trabalhando nas buscas por possíveis sobreviventes que ainda possa estar sob os escombros. Cães farejadores estão ajudando no resgate dos feridos.

A Defesa Civil Italiana informou agora a pouco que técnicos estão avaliando a estrutura da ponte que desabou para determinar as causas do acidente. Os destroços não serão retirados do local por aproximadamente 30 dias.

O vice-ministro de Infraestrutura e Transporte da Itália, Edoardo Rixi, declarou que a Ponte Morandi fica localizada em uma área densamente povoada em Gênova, e que entre as vítimas fatais está uma jovem de aproximadamente 15 anos.

A Ponte Morandi, em Gênova, na Itália, entrou em colapso nesta terça-feira (14/08), desabando e soterrando veículos e pedestres – Foto: Luca Zennaro/ANSA Via AP

Pela ponte passa a Rodovia A10, que liga as cidades no Norte da Itália ao Sul da França. Ainda não há informações sobre possíveis vítimas francesas.

No momento do desabamento chovia forte na região e o tráfego de veículos e pedestres era intenso.

O governador da Região da Liguria, Giovanni Toti, informou que as esquipes de resgate continuam trabalhando arduamente em busca de possíveis vítimas, cujo número pode aumentar nas próximas horas.

Equipes de resgate e bombeiros trabalham nos escombros da ponte em busca de possíveis vítimas – Foto: Luca Zennaro/ANSA Via AP

A maior parte da estrutura da ponte caiu sobre o Córrego Polcevera, mas trechos dela ainda permanecem sobre casas, galpões e estabelecimentos comerciais de uma rua.

Ao todo, trafegava pela ponte no momento do desabamento, 30 carros e 10 caminhões, que caíram junto com a estrutura. O local estava praticamente vazio quando ocorreu a tragédia.

A ponte que atravessa a cidade portuária de Gênova possui cerca de 100 metros de altura e 1.182 metros de comprimento. Ela foi construída na década de 1960, e o governo local iniciou uma reforma em 2016.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo