Ladrões armados invadem e assaltam casa de Romano Prodi, ex-primeiro-ministro da Itália

Romano Prodi, ex-primeiro-ministro da Itália (2006 e 2008) – Foto: Divulgação

Criminosos fortemente armados invadiram e assaltaram na madrugada de sábado (21/04) a casa do ex-primeiro-ministro da Itália, Romano Prodi, que governou o país entre os anos de 2006 e 2008. No momento do assalto apenas os empregados estavam no imóvel.

Romano Prodi e a esposa estavam em Roma, capital do país, participando de uma audiência no Vaticano com o Papa Francisco e foram avisados do assalto na residência, localizada em Bolonha, por seguranças e amigos.

Informações preliminares revelam que os assaltantes roubaram vários objetos de valor, como joias, relógios e dinheiro. Até o momento a polícia não identificou e nem prendeu os suspeitos, que permanecem foragidos.

A polícia de Bolonha analisa duas possibilidades, assalto a residência ou crime político. Apesar de não existir indícios de crime político, essa hipótese ainda não foi totalmente descartada.

A residência do ex-primeiro-ministro Romano Prodi fica localizada no Centro de Bolonha e ele foi avisado do ocorrido quando se encontrava na Praça São Pedro, momentos antes de se encontrar com o Papa Francisco.

Em nota distribuída à imprensa, Romano Prodi disse: “Levaram recordações de uma vida, minhas e de minha mulher, como o broche de crisma dado por sua avó e todas as minhas medalhas, 38 láureas honoris causa, recordações políticas e pessoais”.

Romano Prodi é um político de centro-esquerda e governou a Itália entre 2006 e 2008, mas deixou o cargo após perder a maioria no Parlamento. Seu sucessor, Silvio Berlusconi, chegou a ser condenado a três anos de prisão por comprar apoio de um senador para derrubar o adversário, mas o crime foi declarado prescrito pela Justiça Italiana.

Com informações das Agências ANSA e AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo