Naufrágio deixa 13 mortos e 2 desaparecidos na Coréia do Sul

Policiais e equipes de resgate transportam o corpo de uma das vítimas no naufrágio deste sábado (02/12) no Porto de Incheon, na Coréia do Sul – Foto: Yun Tae-hyun / Yonhap via AP

Um barco pesqueiro com 22 pessoas a bordo naufragou no fim da tarde deste sábado (02/12), por volta das 19h15min (horário de Brasília), no Mar Amarelo, na Coréia do Sul, causando a morte de pelo menos 13 pessoas e deixando outras duas desaparecidas. Ao todo, sete pessoas foram resgatadas com vida.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o naufrágio aconteceu próximo à Ilha de Yeongheunge, a pouco metros de distância da cidade de Incheon, em uma região conhecida como ‘Mar do Oeste’. As causas do acidente ainda são oficialmente desconhecidas.

O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, assim que soube do naufrágio, ordenou uma operação de busca e salvamento na região, com o apoio de embarcações e helicópteros.

A embarcação que naufragou possuía cerca de nove toneladas e tinha capacidade para transportar 25 pessoas. Acredita-se que tenha colidido com uma embarcação-tanque, de aproximadamente 300 toneladas.

Um funcionário da Guarda Costeira da Coréia do Sul, que pediu para não ser identificado, disse em entrevista à Agência AFP, que sete pessoas foram resgatadas e que 13 corpos foram recolhidos da água. A prioridade agora, segundo o funcionário, é tentar localizar os desaparecidos.

Entre os desparecidos está o capitão da embarcação, que não teve a identidade revelada.

Ao todo, trabalham na operação de busca e salvamento, quatro helicópteros e 14 embarcações.

Nos últimos anos vários acidentes marítimos ocorreram na Coréia do Sul. Em 2014, uma balsa naufragou matando cerca de 300 pessoas e meses depois, um barco pesqueiro também naufragou, causando a morte de pelo menos 50 pessoas.

Com informações das Agência France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo