Sobe para 230 o número de mortos no terremoto que devastou o México

Voluntários e brigadistas procuram por sobreviventes na Cidade do México, capital do país, afetado pelo terremoto – Foto: Pablo Ramos/AP

Subiu para 230 o número de mortos no México após o terremoto de magnitude de 7,1 graus na Escala Richter, segundo informações das autoridades locais. Há centenas de feridos, desabrigados e desaparecidos.

Equipes de resgate prosseguem os trabalhos de busca e salvamento e ‘lutam’ contra o tempo para tentar resgatar vítimas que ainda possam estar sob os escombros de prédios e casas que desmoronaram.

O terremoto atingiu quatro Estados mexicanos, além da capital, Cidade do México. Houve explosões em diversos pontos da capital, em decorrência de vazamentos de gás.

Informações preliminares revelam que 71 pessoas morreram em Morelos, outras 43 em Puebla, 12 na Cidade do México, 4 em Guerrero e 7 em Oaxaca. Há outras vítimas fatais, mas ainda não se sabe ao certo de quais regiões.

Testemunhas disseram que por volta das 13h15min (horário local) desta quarta-feira (20/09), o México voltou a sofrer abalos sísmicos de baixa intensidade, mas que foi suficiente para deixar os moradores assustados.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, disse em entrevista coletiva, que as equipes de emergência, formadas por policiais, bombeiros, militares do Exército e voluntários permanecem trabalhando arduamente em busca de sobreviventes.

A Agência de Proteção Civil do México informou agora a pouco que até o momento foi contabilizado 40 desabamentos de prédios e edifícios, 120 desmoronamentos de casas/residências e estabelecimentos comerciais e 4 deslizamentos de terra de morros e encostas. Várias estradas e rodovias ficaram danificadas e estão total e/ou parcialmente interditadas.

Cerca de 3,8 milhões de pessoas estão sem energia elétrica e sem telefonia fixa e móvel. Devido ao vazamento de gás, o fornecimento teve que ser suspenso em praticamente toda a capital.

Os presidentes da Colômbia, Juan Manuel Santos e dos Estados Unidos (EUA) expressaram solidariedade ao povo mexicano.

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo