Acidente de trem deixa 3 mortos e 6 feridos na Grécia

Foto: Giannis Papanikos/AP

Um grave acidente de trem ocorrido na noite deste sábado (13/05), por volta das 21h45min (horário local), em Salônica, no Norte da Grécia, causou a morte de pelo menos três pessoas e deixou outras seis feridas, das quais duas em estado grave. As causas do acidente ainda são oficialmente desconhecidas, mas elas já estão sendo devidamente apuradas.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o acidente aconteceu próximo à Estação de Ádendro, há cerca de 30 km de Salônica, e envolveu cinco vagões e uma locomotiva, que descarrilaram.

Testemunhas disseram que a locomotiva e os cinco vagões formavam um comboio, que partiu de Atenas, capital do país, com aproximadamente 70 passageiros, quando descarrilou, tendo as composições caído sobre uma casa que fica próxima a linha férrea.

Equipes de resgate e policiais foram acionados e rapidamente chegaram ao local do acidente, que foi isolado. A linha férrea foi interditada e a circulação de trens na região foi suspensa.

Na casa havia duas pessoas, que morreram na hora. Todos os feridos foram socorridos e encaminhados a hospitais da região.

Testemunhas também disseram que várias pessoas saltaram de uma altura de cinco metros, com o objetivo de se salvarem. Não foi informado se essas pessoas estavam nos vagões ou na residência.

A Companhia Nacional de Ferrovias da Grécia (Trainose) divulgou um comunicado oficial informando que as causas do acidente estão sendo apuradas pela empresa e pelas autoridades policiais gregas, e que as esquipes de resgate e de manutenção trabalharam durante toda a noite de sábado (13/05) e a madrugada deste domingo (14/05) para resgatar os feridos e realizar a manutenção da linha férrea. Os vagões e a locomotiva já foram retirados dos trilhos.

O ministro de Infraestrutura da Grécia, Christos Spirtzis, está coordenando os trabalhos das equipes de emergência, de resgate e de manutenção da linha férrea. Ele pediu as autoridades policiais agilidade nas investigações sobre as causas do acidente.

Com informações das Agências AFP e EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo