Carros são incendiados em Paris (França) em protesto contra morte de jovem de 24 anos

Policiais franceses fazem a segurança em bairro de Paris, na França, após violentos confrontos ocorridos nesta quinta-feira (21/07) – Foto: Charles Platiau/Reuters

Policiais franceses fazem a segurança em bairro de Paris, na França, após violentos confrontos ocorridos nesta quinta-feira (21/07) – Foto: Charles Platiau/Reuters

Manifestantes revoltados com a morte de um jovem de 24 anos por policiais atearam fogo em veículos e lixeiras na noite desta quinta-feira (21/07) em Paris, capital da França. Ainda não há informações sobre feridos e/ou prisões, e apesar da situação ter sido controlada, o clima de tensão na cidade ainda é grande.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, os confrontos entre manifestantes e policiais começaram na última terça-feira (19/07), quando o jovem Adama Traoré, de 24 anos, foi detido por policiais em decorrência de uma discussão entre ele e os agentes.

A morte do jovem ocorreu em circunstâncias ainda não explicadas, quando ele estava sendo levado a uma delegacia de polícia. Ele foi detido no Bairro Val d’Oise, após se recusar a entregar o próprio irmão, que estava sendo acusado de um crime de menor gravidade.

Familiares do rapaz disseram que Adama Traoré foi assassinado pelos policiais por ter se recusado a trair o próprio irmão, que se encontra foragido.

Um oficial de Justiça, que não teve o nome divulgado, afirmou que a autópsia feita no corpo do rapaz mostrou sinais de violência, mas que as mesmas não são significativas. No entanto, os legislas encontraram sinais de uma infecção muito séria, a qual ainda será analisada.

Os policiais que detiveram Adama Traoré foram afastados de suas funções e estão realizando trabalhos administrativos.

O chefe de polícia de Val d’Oise, Jean-Simon Merandar, disse que as circunstâncias da morte do jovem estão sendo investigadas e que se ficar comprovada a participação dos policiais eles serão punidos.

Ainda segundo Jean-Simon Merandar, familiares do rapaz estão planejando a realização de uma nova passeata para acontecer ainda nesta sexta-feira (22/07). As autoridades estão tratando do assunto com eles para tentar evitar confrontos.

Nos confrontos ocorridos entre a noite de quinta-feira (21/07) e a madrugada de hoje, dois veículos da polícia foram atingidos por disparos de arma de fogo. Ainda não há informações sobre feridos.

Seis carros particulares e vários cestos de lixo foram incendiados. Vitrines de algumas lojas foram quebradas, mas não houve saques.

Há relatos, ainda não oficialmente confirmados, de que uma multidão de aproximadamente 200 pessoas teria atirado coquetéis molotov contra prédios públicos.

As autoridades francesas pediram calma à população e disseram que as investigações para apurar a morte do jovem Adama Traoré estão em andamento.

Ao todo, foram enviados para a região 180 policiais, tendo cindo deles ficado feridos no confronto.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo