Gorbachev diz que EUA preparam “guerra quente’ contra a Rússia

Mikhail Gorbachev – Foto: Divulgação

Mikhail Gorbachev – Foto: Divulgação

O ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev (1985 a 1991) afirmou na manhã deste sábado (09/07) que os Estados Unidos (EUA), com o apoio da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), pretendem lançar uma “guerra quente” contra a Rússia e que as autoridades russas devem se preparar o quanto antes.

Segundo Mikhail Gorbachev, que presidiu a extinta União Soviética, a cúpula da OTAN, organização criada na Guerra Fria (1945 a 1991) para defender os interesses do Ocidente, deve ser reunir em Varsóvia, capital da Polônia, para estabelecer estratégias contra os russos.

A Rússia deverá se defender [da ofensiva da OTAN]. É preciso parar este processo horrível”, disse Gorbachev.

Toda a retórica em Varsóvia clama pela intenção de quase declarar guerra com a Rússia. Não apenas falam da defesa, mas que de fato se preparam para a ofensiva”, afirmou o ex-líder soviético.

Mikhail Gorbachev disse ainda que a OTAN realizou o deslocamento de quatro mil militares na Polônia e, também, em três países bálticos com o objetivo de pressionar os russos.

Para Gorbachev, a decisão dos norte-americanos e dos líderes da OTAN pode fazer com que haja uma nova crise entre os EUA e a Rússia, trazendo de volta os fantasmas do passado, quando o mundo esteve à beira de uma Guerra Nuclear.

Gorbachev, que em 1990 recebeu o Prêmio Nobel da Paz, pediu a Comunidade Internacional que intervenha para evitar uma nova Guerra Fria recomece entre os dois países.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo