Tiroteio no Centro de Tel Aviv (Palestina/Israel) deixa 4 mortos e 7 feridos

Policial israelense realiza buscas em restaurante no Centro de Tel Aviv, alvo de um tiroteio nesta quarta-feira (08/06) – Foto: Baz Ratner/Reuters

Policial israelense realiza buscas em restaurante no Centro de Tel Aviv, alvo de um tiroteio nesta quarta-feira (08/06) – Foto: Baz Ratner/Reuters

Um tiroteio ocorrido nesta quarta-feira (08/06) no Centro de Tel Aviv, na Palestina/Israel, causou a morte de pelo menos quatro pessoas e deixou outras sete feridas, segundo informações das autoridades policiais locais. Há registro da prisão de dois suspeitos.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, um dos suspeitos foi baleado por policiais israelense, mas ele foi socorrido e levado a um hospital da região onde encontra-se internado sob forte esquema de segurança. O estado dele é considerado gravíssimo.

O porta-voz da polícia de Tel Aviv, Miky Rosenfeld, disse em entrevista coletiva concedida a jornalistas locais e estrangeiros, que duas pessoas armadas entraram em Sarona Market, uma região onde se concentra bares e restaurantes, e atiraram contra as pessoas que lá estavam. Próximo fica localizado a sede do Ministério da Defesa de Israel.

As identidades das vítimas ainda não foram divulgadas, mas as autoridades locais já sabem que os dois suspeitos são palestinos, e que vieram de um vilarejo que fica localizado nas proximidades da cidade de Hebron, na Cisjordânia, que atualmente encontra-se ocupada por forças israelenses.

A emissora de TV Channel 10 informou agora a pouco que os dois suspeitos possuem idades entre 20 e 22 anos, e que eles são da mesma família, provavelmente primos.

Testemunhas disseram que os dois palestinos suspeitos estavam sentados em uma mesa de um restaurante, comendo e bebendo, quando sem motivo aparente se levantaram e sacaram as armas, abrindo fogo contra as pessoas.

Ainda segundo essas testemunhas, um dos suspeitos estaria vestido como um judeu ortodoxo, com casaco e chapéu preto.

Policial israelense isola uma área em Tel Aviv, logo após o tiroteio ocorrido nesta quarta-feira (08/06) – Foto: Ammar Awad/Reuters

Policial israelense isola uma área em Tel Aviv, logo após o tiroteio ocorrido nesta quarta-feira (08/06) – Foto: Ammar Awad/Reuters

Equipes de emergência, policiais e membros da Força de Segurança de Israel foram mobilizadas e rapidamente chegaram ao local, que foi totalmente isolado e cercado.

Pessoas que estavam em um centro comercial próximo ao local foram retiradas do estabelecimento comercial e foram identificadas. As ruas ao redor da região Sarona Market foram interditadas e bloqueadas e somente viaturas e veículos oficiais puderam entrar.

Buscas foram realizadas em toda a região, mas até o momento os policiais israelenses não encontraram nenhum outro suspeito. Tel Aviv continua em estado de alerta.

O prefeito de Tel Aviv, Ron Huldai, esteve no hospital na manhã desta quinta-feira (09/06) para se solidarizar com as vítimas. Já o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, acabou de chegar a Israel, vindo de Moscou, na Rússia, e se reuniu com agentes de segurança do Ministério da Defesa.

Soldados do Exército de Israel cercaram a cidade de Hebron, na Cisjordânia, e estão impedindo a saída de palestinos da região. Por enquanto não há informações sobre possíveis retaliações.

Nos últimos seis meses, palestinos radicais mataram 31 israelenses e 2 turistas norte-americanos. Em contrapartida, soldados de Israel mataram pelo menos 196 palestinos, sendo que destes, 190 eram civis, incluindo mulheres e crianças.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo