Riscos de se Dirigir o Carro com Pouca Gasolina

Veja aqui quais são os principais perigos de se dirigir o carro com pouca gasolina.

Quando você está rodando pelas ruas e observa que o seu tanque está com sinal de combustível baixo, menos de 1/4 , por exemplo, o que você faz?

Segundo uma pesquisa feita pela empresa inglesa de seguros LV (Liverpool Victoria), são mais de 820 mil pessoas todos os anos que simplesmente ignoram a luz que avisa que o combustível está na reserva e isso pode acarretar na quebra do automóvel pela falta da gasolina.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Deste estudo, um quarto de todos os motoristas apontaram que acreditam que conseguem rodar ao menos mais 65 quilômetros quando a luz da reserva ascende ou pisca. Do total dos entrevistados, dois milhões admitem que dirigem com a luz de reserva acessa com o pensamento de guardar alguma grana antes de encher o tanque.

Mas os motoristas devem ficar atentos com os problemas que a falta de gasolina pode acarretar no automóvel. Quando o carro está com somente um quarto do tanque completo, a direção hidráulica e os freios poderão ser prejudicados sem o funcionamento perfeito. E não precisa nem citar que esses itens são essenciais.

As pessoas necessitam entender que o medidor de combustível não é para ser tido como um instrumento altamente preciso. Em carros mais modernos em termos de tecnologia, a medição é feita através de um flutuador, como aquelas encontradas na caixa d’água. Com isso, quando um motorista está, por exemplo, subindo uma ladeira, o nível de combustível poderá ser distinto do que rodar em uma pista plana.

Outro ponto importante é que a distância que você pode percorrer quando a luz da reserva acende é distinta em cada modelo. A melhor dica é chegar até o posto mais perto e abastecer o carro. Quando força o tanque com pouco combustível, esse fator poderá prejudicar muito o motor, o que sairá bem mais caro posteriormente em uma oficina mecânica.

Quando acaba gasolina e você abastece com um pouco de combustível, o suficiente apenas para chegar em um posto, o motorista ainda poderá ficar na rua, uma vez que pode ter entrado ar no sistema e a gasolina não vai conseguir passar do tanque e chegar até o motor. Se isso ocorrer, algum mecânico terá que fazer o processo chamado de “sangrar” o sistema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo