Ataques deixam pelo menos 10 mortos e 40 feridos no Sul da Síria

Cidade de Daraa, no Sul da Síria – Foto: Reuters

Cidade de Daraa, no Sul da Síria – Foto: Reuters

Uma série de ataques efetuados por rebeldes na cidade de Daraa, no Sul da Síria, causou a morte de pelo menos 10 pessoas e deixou outras 40 feridas, todas civis, segundo informações do Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), cuja sede fica localizada em Londres, na Inglaterra.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o objetivo dos rebeldes com os ataques é se apoderar da região, que se encontra em controle de tropas do Exército Sírio, leais ao presidente/ditador Bashar al-Assad.

Testemunhas disseram que foguetes foram disparados pelos rebeldes sírios e que os projéteis caíram em bairros residenciais, causando a morte de mulheres e crianças.

As autoridades sírias condenaram os ataques e disseram que irão contra-atacar, visando exclusivamente proteger os civis que estão sendo vítimas dos rebeldes.

O OSDH informou ainda, que as tropas do Exército Sírio estão bombardeando as cidades de Nahita, Maliha al-Atash e Al Hirak, assim como bairros em Daraa.

Informações preliminares, ainda não oficialmente confirmadas, revelam que a cidade de Atman, situada na periferia setentrional de Daraa, encontra-se cercada por soldados do Exército e que eles estão impedindo a saída de civis.

Há relatos, ainda não confirmados, que a aviação russa esteja bombardeando a região. O Governo da Rússia não confirmou a informação.

Atualmente, a cidade de Daraa encontra-se dividida. Alguns bairros estão em poder das tropas governamentais e, outros, nas mãos dos rebeldes/opositores.

Com informações das Agências AFP e EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo