Atentado terrorista mata pelo menos 6 pessoas em Cabul, no Afeganistão

Foto: Omar Sobhani/Reuters

Foto: Omar Sobhani/Reuters

Um ataque terrorista ocorrido na madrugada desta quarta-feira (20/01) nas proximidades da Embaixada Russa em Cabul, capital do Afeganistão, causou a morte de pelo menos 6 pessoas, e deixou outras 24 feridas. Até o momento nenhum grupo assumiu a autoria do atentado

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o atentado foi feito com um carro-bomba, que foi detonado pelo motorista, que também morreu.

Informações preliminares revelam que entre os mortos estão funcionários de uma emissora de televisão afegã, que faziam reportagens. Todos estavam em um micro-ônibus, no Centro de Cabul.

Testemunhas disseram que o motorista do micro-ônibus seguia pela via pública em direção a região onde ficam localizadas as representações diplomáticas, quando um carro se aproximou, tendo ele explodido logo em seguida.

Equipes de emergência, policiais e membros da Força de Segurança foram enviadas para o local, que foi isolado e cercado. Soldados se posicionaram na frente das embaixadas, com o objetivo de garantir a segurança dos diplomatas e demais funcionários.

As autoridades afegãs informaram agora a pouco que o atentado foi contra funcionários do principal grupo de comunicação do país, o Tolo. A sede da emissora foi cercada por policiais.

Apesar do ataque ainda não ter sido reivindicado por nenhum grupo, as autoridades afegãs acreditam que insurgentes do Talibã tenham planejado e executado o atentado.

Há cerca de 40 dias, o Grupo Talibã divulgou um comunicado informando que os Grupos Tolo e 1TV eram “alvos militares”, por veicular informações falsas.

Pessoas que passavam pelo local da explosão, e que não se feriram gravemente, disseram a jornalistas estrangeiros, que um motorista seguia pela Estrada Dar ul-Aman, em um carro de passeio, quando ao se aproximar do micro-ônibus detonou os explosivos, causando a tragédia.

O local onde ocorreu o atentado fica localizado nas proximidades do antigo Palácio Real, que se encontra em ruínas.

Uma fonte do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, que preferiu não se identificar, disse em entrevista à Agência AFP, que nenhum diplomata e/ou funcionário da representação diplomática ficou ferida no atentado, e que a explosão foi ouvida a quilômetros de distância.

O atentado acontece dois dias depois que representantes dos Estados Unidos, da China, do Paquistão e do Afeganistão se reuniram em Cabul para tentar retomar o processo de paz entre o governo afegão e o Talibã.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo