Estado Islâmico e Talibã entram em confronto no Afeganistão

Ataque suicida praticado por insurgentes do Talibã no Norte do Afeganistão – Foto: Reuters

Ataque suicida praticado por insurgentes do Talibã no Norte do Afeganistão – Foto: Reuters

Insurgentes do Talibã e do Estado Islâmico (EI) entraram em confronto neste sábado (19/12) no Afeganistão, com o objetivo conquistar mais territórios e o poder. Ainda não há informações sobre possíveis vítimas, mas autoridades locais disseram que os confrontos foram sangrentos.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o Estado Islâmico tem frequentemente desafiado o domínio do Talibã no Afeganistão, visando obter apoio da população local contra os insurgentes do grupo e contra o governo local.

Várias regiões do país são habitadas por diversas etnias, tendo muitas pessoas apoiado as ações do Estado Islâmico.

O Governo Afegão tem registrado vários confrontos entre o Talibã e o Estado Islâmico e as autoridades locais temem que a situação piore. Membros do governo acreditam que alguns jihadistas do EI estejam se mudando para o país devido a ofensiva área dos Estados Unidos, França, Inglaterra e Rússia na Síria e no Iraque.

Insurgentes do Talibã tem obtido sucesso em alguns confrontos, após terem quase sido derrotados pelos Estados Unidos, após os ataques de 11 de setembro de 2001.

Analistas ouvidos pela equipe de reportagem disseram que o Talibã e o Estado Islâmico são conhecidos pela brutalidade e pelas leis severas em áreas sob os seus respectivos domínios. Muitos insurgentes realizam punições públicas e torturas contra as pessoas que não seguem as normas regidas estipuladas por eles. Há casos de decapitações, execuções sumárias de adversários e estrangeiros, além de massacres de pessoas.

As autoridades afegãs disseram que policiais e militares estão combatendo insurgentes do Talibã e do Estado Islâmico, mas que grandes áreas do país já estão sob o controle de ambos os grupos.

Com informações das Agências France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo