Ameaça da bomba obriga autoridades a reter avião em Amsterdã, na Holanda

Policial é visto fazendo a segurança no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris, na França, nesta sexta-feira (13/11) – Foto: Eric Feferberg/AFP

Policial é visto fazendo a segurança no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris, na França, nesta sexta-feira (13/11) – Foto: Eric Feferberg/AFP

Um avião Airbus A/321 com destino à França foi retido na manhã deste sábado (14/11) momentos antes de sua decolagem do Aeroporto Internacional de Schiphol, em Amsterdã, na Holanda, após ameaças de bombas que supostamente estariam dentro da aeronave.

Policiais e bombeiros cercaram a aeronave e determinaram que os passageiros e tripulantes deixassem o avião apressadamente. A aeronave foi evacuada e revistada pelo esquadrão antibomba.

Por precaução, o aeroporto foi fechado e os pousos e decolagens suspensos. Alguns voos que se preparavam para pousar foram redirecionados para outros aeroportos.

Segundo o porta-voz da polícia holandesa, Dennis Müller, as autoridades sempre levam a sérios as ameaças, principalmente quando as mesmas ocorrem após atentados e/ou ataques, como os que ocorrem em Paris, na França, na noite desta sexta-feira (13/11).

Nós sempre levamos as ameaças muito a sério, e decidimos evacuar os passageiros e procurar qualquer ameaça“, disse Dennis Muller.

Por causa dos atentados na França, as autoridades francesas decidiram fechar temporariamente o Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, em Paris. Posteriormente ele foi novamente reaberto, mas a segurança foi reforçada.

Com informações da Agência France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo