Estado Islâmico explode Arco do Triunfo em Palmira, na Síria

Imagem de 2014 do Arco do Triunfo, na Cidade Histórica de Palmira, na Síria – Foto: Joseph Eid/AFP

Imagem de 2014 do Arco do Triunfo, na Cidade Histórica de Palmira, na Síria – Foto: Joseph Eid/AFP

O Estado Islâmico (EI) voltou a destruir neste domingo (04/10) mais um importante templo histórico na cidade de Palmira, na Síria, causando revolta da Comunidade Internacional.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, o templo destruído neste domingo foi o Arco do Triunfo, composto por várias colunas e três arcos, da época do Império Romano.

Informações preliminares, ainda não oficialmente confirmadas, revelam que os jihadistas radicais do EI destruíram somente os arcos, deixando intactos as colinas. Acredita-se que os arcos possuíam inscrições e símbolos do Império Romano.

Em junho deste ano, as autoridades sírias informaram que o Estado Islâmico havia colocado explosivos em vários locais da cidade de Palmira, composta por templos e edificações históricas, cuja parte arqueológica está incluída na lista de Patrimônio da Humanidade da Unesco, e que os mesmo estão sendo detonados aos poucos.

A cidade de Palmira foi um importante centro cultural nos séculos I e II d.C., e é um dos povoados mais importantes do mundo antigo, sendo considerado um ponto de encontro das caravanas na Rota da Seda, que atravessavam o deserto.

Antes do início da Guerra Civil na Síria, centenas de turistas estrangeiros visitavam a cada ano as ruínas da cidade de Palmira. Os combates, as destruições dos templos e das edificações históricos e, sobretudo, a insegurança, fez com que cessasse a ida de turistas a região.

Com informações das Agências Reuters, France Presse e EFE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo