Tufão atinge o Leste da china e 800 mil pessoas são obrigadas a deixar suas casas

O Tufão ‘Chan Hom’ já está no litoral Leste da China, causando ondas gigantescas na Província de Zhejiang – Foto: Chinatopix/AP Photo

O Tufão ‘Chan Hom’ já está no litoral Leste da China, causando ondas gigantescas na Província de Zhejiang – Foto: Chinatopix/AP Photo

O Tufão ‘Chan Hom’ atingiu na tarde deste sábado (11/07) o Leste da China, deixando um rastro de destruição. A tempestade também atingiu áreas do Japão e de Taiwan.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, por precaução, as autoridades chinesas determinaram a retirada imediata de aproximadamente 800 mil pessoas de áreas por onde o tufão iria passar. O deslocamento das respetivas populações transcorreu de forma ordeira.

Neste momento chega à redação do Campo Grande Notícias, a informação de que a tempestade causou a morte de uma pessoa em Taiwan e deixou 20 pessoas feridas no Japão.

Na China, a província mais atingida foi a de Zhejiang, onde 15 pessoas ficaram feridas. A tormenta causou a destruição de pelo menos 15 casas.

O Centro Meteorológico Nacional da China prevê que a tempestade e o tufão cheguem ao litoral Leste do país, entre as localidades de Sanmen e Zhoushan, nas próximas horas, e por isso, mais de 15 mil pessoas estão sendo retiradas dessas duas localidades.

A Agência de Notícias Xinhua informou que 29 mil embarcações foram impedidas de saírem para o mar, e que os pilotos de outras 115 que já haviam partido foram orientados a retornarem imediatamente.

O Tufão ‘Chan Hom’ está se aproximando da China a uma velocidade de 20 km/h, e ele se encontra a cerca de 185 km do litoral do país.

A previsão é que além da província de Zhejiang, outras também sejam atingidas, como Jiangsu, Anhui e Fujian. Há risco que a tormenta também possa atingir a cidade de Xangai.

Nesta semana, outro tufão, denominado de ‘Linfa’, atingiu o Sul da China, afetando cerca de 1,6 milhão de pessoas, das quais 56 mil ficaram desabrigadas. A província mais atingida foi a de Cantão.

Até o momento as perdas econômicas causadas pelas tempestades e tufões chegam a US$ 213 milhões (1,3 bilhão de iuanes).

Com informações das Agências Xinhua, France Presse e Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo