Tenente do Exército é morto durante tentativa de assalto no Rio de Janeiro

O assalto aconteceu na Rodovia BR-101, na altura de São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio de Janeiro divulgou na manhã deste domingo (04/11), a informação de que policiais da corporação foram acionados para atender a uma ocorrência de assalto na Rodovia BR-101, na altura de São Gonçalo, Região Metropolitana da capital. Uma pessoa morreu.

De acordo com as primeiras informações, divulgadas agora a pouco pela Assessoria de Comunicação da PRF/RJ, o assalto aconteceu na manhã de hoje, quando o tenente do Exército Brasileiro, identificado como sendo Ezenilton Mudesto Silva, foi abordado por dois criminosos armados em uma motocicleta, que seguiam o carro em que estava a vítima.

O militar foi abordado, tendo os criminosos exigido que ele parasse o veículo. Como a vítima não atendeu as determinações, eles atiraram contra o carro, atingindo várias vezes.

Ferido, o militar não conseguiu controlar o carro e colidiu em uma mureta, tendo os criminosos fugido do local em alta velocidade, enquanto a vítima agonizava.

O carro do militar do Exército ficou danificado, com várias marcas de tiros, principalmente em uma das portas. – Foto: WhatsApp/Divulgação

Equipes da PRF/RJ, do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas, e rapidamente chegaram ao local, que foi isolado.

Ezenilton Mudesto Silva chegou a ser socorrido pelos paramédicos e bombeiros, mas morreu quando estava sendo atendido. O carro da vítima ficou com várias marcas de tiros na lataria, tendo um dos vidros da porta ficado estilhaçado.

Buscas estão sendo realizadas na região, mas até o momento os suspeitos não foram identificados, localizados e/ou presos.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Homicídios de Niterói, responsável pelas regiões de São Gonçalo e Itaboraí. As diligências estão em andamento para apurar as circunstâncias do assassinato do tenente do Exército.

Até o momento, o Comando Militar do Leste (CML) não se manifestou sobre a morte do militar.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PRF/RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo