Senar/MS realiza 2ª edição do Encontro Técnico da Piscicultura, em Três Lagoas

Todo projeto bem estruturado tem futuro.  O do senhor Divino Furtado de Moraes então, nem se fala! Com três anos de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, o produtor de Jaraguari, município localizado a 50 km de Campo Grande, teve uma produção de 750 Pacus na última safra, e foi o primeiro a conseguir o Selo do SIM – Serviço de Inspeção Municipal, o que garante o comércio legal de sua produção.

Divino é assistido pela ATeG Piscicultura desde 2015, quando começou a ser acompanhado pelo técnico zootecnista do Senar/MS, Frederico Vasconcelos. “O produtor tinha apenas um tanque quando começamos a assistência. Agora com três, Divino é referência em empreendedorismo”.

Foto: Divulgação

O piscicultor começou sua capacitação através dos cursos de FPR – Formação Profissional Rural.  Além da produção, Divino também faz todo processo para comercialização. “Com tempo e conhecimento adquirido com o Senar/MS, passei a observar outros pontos e ver possibilidade de também armazenar os peixes dos fornecedores da região”, comenta o piscicultor que, a partir da visão mais profissionalizada, reconheceu a oportunidade no mercado com o Pacu.

“Por se tratar de um produto de origem animal, a carne de peixe necessita de inspeção para sua comercialização. A liberação do SIM faz com que produtores familiares se sintam estimulados a produzir, pois têm para quem vender. Hoje, o Divino já compra peixes de outros produtores atendidos pela ATeG, gerando renda e incentivando a produção entre seus parceiros”, comenta o supervisor do programa ATeG Piscicultura, Pedro Bigaton.

Agora, o piscicultor tem como objetivo, incentivado pelo Senar/MS, o selo de Serviço de Inspeção Estadual, para aumentar, assim, sua rede comercial.

Sobre o programa ATeG Piscicultura

A Assistência Técnica e Gerencial de Piscicultura atende 97 produtores em 8 municípios de Mato Grosso do Sul: Fátima do Sul, Laguna Carapã, Amambai, Dourados, Nioaque, Campo Grande, Jaraguari e Três Lagoas.  As principais espécies trabalhadas pelo programa são: Tilápia, Redondos e Pintados.

Encontro Técnico da Piscicultura

Para levar conhecimento e para apresentar casos de sucesso assim como do senhor Divino, o Senar/MS realiza, no dia 14 de setembro, o 2º Encontro Técnico da Piscicultura, em Três Lagoas.
Será um dia inteiro de palestras que abordarão tecnologias para atividade e o que é tendência na produção de peixe no Brasil.

A inscrição é gratuita. Basta clicar aqui e garantir o seu lugar.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo