Atletas do Instituto Gabriel Medina disputam vagas para o Mundial Júnior na Califórnia

2ª Etapa do CBSURF Júnior Tour 2018 será no sábado e no domingo na Praia de Maresias

Depois de uma grande atuação no Hang Loose Surf Attack, no último final de semana, os atletas do Instituto Gabriel Medina voltam a competir “em casa” nestes sábado e domingo, com boas expectativas e agora em busca de um objetivo internacional. Com 13 representantes classificados, a equipe disputa a Prefeitura de São Sebastião apresenta Maresia Júnior SP 2018, a segunda etapa do CBSurf Tour, no sábado e domingo (4 e 5), com foco nas vagas para o ISA World Junior Surfing Championship, o mundial sub18, na Califórnia (EUA).

A competição classificará dois surfistas em cada categoria, na soma com a etapa realizada em Pernambuco no mês de junho, além de valer pontos para o título brasileiro, que contará com mais duas disputas. Entre os destaques do IGM estão Léo Barcelos, vice-líder da sub18, Júlia Duarte, terceira na feminina sub18, e Sophia Medina, também terceira na feminina sub16.

Surfista Caio Costa – Foto: Aleko Stergiou/IGM

O Instituto ainda aparece com chances na categoria sub16, com Daniel Adisaka, que ficou na sétima posição, e Caio Costa, nono colocado; e entre as meninas, com Rafaella Teixeira, sétima na sub18, e novamente Júlia Duarte, nona na sub16. Junto às seletivas, o evento conta com a sub14, com Caio Costa defendendo a liderança do ranking. Nesta faixa etária, Rodrigo Saldanha e Sunny Pires ficaram na 13ª posição.

“Todo atleta quer disputar o Mundial e espero surfar bem aqui nessa onda que treinamos sempre”, diz Léo Barcelos.  “Ainda estou na briga pela vaga e espero competir bem em casa novamente”, diz Daniel Adisaka, que representou o Brasil no ISA World Júnior de 2017, no Japão e no último sábado foi o grande destaque no Hang Loose, também em Maresias, com a vitória na sub18 e o terceiro lugar na sub16.

Surfista Daniel Adisaka – Foto: Aleko Stergiou/IGM

Para Caio Costa, a jornada é dupla, tanto ainda tentando a vaga na sub16, categoria acima da sua, quanto na defesa da liderança da sub14, de olho no título no final da temporada. “Com certeza é um evento muito importante, tanto para o título, como para o Mundial. É bom competir em casa e vou focado para alcançar os objetivos”, diz o atleta.

Entre as meninas, Sophia e Julia competem animadas depois de novas vitórias nos estaduais. Sophia manteve 100% de aproveitamento no Paulista em casa, enquanto que Julinha venceu em Maricá/RJ. “É uma disputa muito importante e vou para surfar bem. Os treinos no IGM, com certeza, vão ajudar muito e espero alcançar meus objetivos”, afirma a irmã mais nova de Gabriel Medina. “Estou motivada e focada para surfar bem e me classificar”, complementa Júlia.

O Instituto Gabriel Medina foi criado em 2017 pelo primeiro brasileiro campeão mundial de surf, com a proposta de oferecer a jovens talentos do surf, dos dez aos 17 anos, a mesma estrutura de preparação do ídolo do surf, acrescentada de outros benefícios, como treinamentos de apneia, aulas de inglês, apoio psicológico e tratamentos de saúde bucal. Para saber mais, acesse: www.institutogm10.com.br ou as redes sociais do IGM – @institutogm10.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo