Trail Run de Outono encerra sexta edição do Festival Brasil Ride Botucatu

A Trail Run teve João Paulo Paixão e Luzia Ferreira como campeões, nos 21 km, e uma disputa emocionante, nos 16 km, entre Diogo Malagon e Cassiano Narciso. Mais de 4 mil ciclistas e corredores participaram do Festival desde o dia 26 de maio

João Paulo Paixão, de Avaré (Fabio Piva / Brasil Ride)

Botucatu (SP) – A forte neblina e o frio do início da manhã deste domingo (3), em Botucatu, não atrapalharam as largadas da Trail Run de Outuno, que encerrou a sexta edição do Festival Brasil Ride, maior evento de esportes outdoor do País com mais de 4 mil ciclistas e corredores.

Cerca de 500 atletas desafiaram as trilhas e montanhas da Cuesta Paulista, nas distâncias de 21 km, 16 km e 6 km. João Paulo Paixão e Luzia Ferreira sagraram-se os campeões da principal corrida, os 21 km, que teve a primeira largada, às 8h30, ainda com um pouco de neblina.

Primeiro do dia a cruzar a linha de chegada, João Paulo Paixão pegou a todos de surpresa pela excelente marca, correndo cerca de dez minutos abaixo do tempo previsto pela organização. Sua marca foi de 1h32min34, pouco mais de sete minutos à frente do vice-campeão, André Rodrigues, que completou em 1h39min38. O terceiro colocado foi Mário Bruder, em 1h40min56.

João Paulo dominou os 21 km (Ney Evangelista / Brasil Ride)

“O percurso do 21 km era novidade para mim. Conhecia o de 16 km, que eu já havia corrido antes, e hoje passei por uma boa parte dele. Achei excelente a prova, tanto no traçado, quanto na organização. É gratificante vencer a principal disputa de uma competição deste nível. Estou bastante emocionado”, comemorou o atleta de Avaré (SP), que trabalha como agricultor em sua cidade.

“No km 3 da corrida, já pude abrir uma vantagem e fui administrando. Alguns quilômetros depois, olhei algumas vezes para manter uma distância considerável, porém no fim já não via mais os adversários. Aproveitei para fazer a subida da Bocaina mais tranquilo e diminui o ritmo. 21 km é uma distância que estou acostumado”, completou João Paulo, irmão do ciclista Carlos Henrique Paixão, vencedor em 2018 das 24h de MTB do Brasil Ride, também em Botucatu.

Na disputa feminina, Luzia Ferreira também demonstrou que estava acima das suas rivais. A paulista de São Pedro cruzou a linha de chegada em 2h01min58, com folga de mais de 11 minutos para Renata Fernandes e Rosania Monteiro, que completaram o top 3 em 2h13min19 e 2h13min41, respectivamente. “Eu posso dizer que sou uma ‘Brasil Rider’, porque amo essa prova. Desde 2016 que eu disputo todas as Trail Run realizadas pelo evento. Sempre dou um jeito de vir. Este ano, o percurso era muito difícil, mas procuro sempre treinar bem”, contou Luzia, recepcionista em um hotel em São Pedro.

Luzia Ferreira, de São Pedro (Wladimir Togumi / Brasil Ride)

“Tentei manter um ritmo de 6 km por minuto. Mas, nas subidas, não teve como. Porém, quando descia eu forçava um pouco, sempre em uma boa cadência. Fiz uma estratégia boa, mantive a passada constante como havia treinado. Me preparei para subir bem, depois dos treinos em São Pedro”, finalizou Luzia, que havia vencido há dois anos, na Ultra Cuesta, a distância de 16 km e ganhou pela primeira vez nos 21 km.

Distância intermediária – Na corrida dos 16 km, a disputa para saber quem era o mais rápido ficou para os quilômetros finais, em uma equilibrada disputa entre Diogo Malagon (inscrito na faixa etária de 25 a 34 anos), e o atleta botucatuense Cassiano Narciso (de 16 a 24 anos). Malagon poupou-se no início, para atacar no momento decisivo e vencer em 1h15min37, apenas 40 segundos à frente de Narciso. “O Cassiano iniciou em um ritmo bem forte e eu estava com as pernas pesadas, por causa dos três dias do Warm Up Pro”, relembrou Malagon, décimo colocado na prova de mountain bike finalizada no dia anterior, que é atleta profissional de triathlon off-road da equipe Specialized Racing BR.

“Assim, ele acelerou e procurei ficar atrás em uma distância considerável, que desse para fazer um ataque na hora certa. Esperei chegar as trilhas mais pesadas e na subida vi que ele caminhou em determinado momento. Percebi que ele sentiu e mantive meu ritmo. Estava acima do confortável, fazendo força suficiente para ir até o fim. Alcancei o Cassiano e o ultrapassei, para garantir a vitória”, disse Malagon, de Carmópolis (SP).

Diogo Malagon, de Carmópolis (Wladimir Togumi / Brasil Ride)

Ao ser informado de que havia terminado atrás apenas de um atleta profissional de triathlon off-road, Cassiano não conteve a emoção. “Estive na frente em grande parte do percurso. Porém, em uma subida que era bastante pesada, o Malagon me passou. Não sabia que ele era atleta profissional. E isso só valoriza meu resultado. Chego a me emocionar ao saber disso, porque vim correr já que é uma prova tradicional e na minha cidade. Saber que competi com alguém de tão alto nível, me deixa bem mais feliz. Alegria que não cabe no peito”, ressaltou Cassiano.

Demais distâncias e os campeões – Ainda na distância de 16 km, a atleta mais veloz foi Rosiara Gonzaga, que venceu em 1h42min14, além de ter sido a campeã entre 16 a 24 anos. Na disputa de 6 km, os atletas mais rápidos foram Alexsandro Suniga (35 a 44 anos), em 25min49, e Ana Paula Carvalho (25 a 34 anos), em 29min06. Os demais resultados estão disponíveis no site da Brasil Ride.

Specialized estreia em grande estilo – O Festival Brasil Ride, iniciado há uma semana com a Road Brasil Ride e concluído neste feriado prolongado, após as provas do Warm Up Pro e Sport e da etapa de Outono da Trail Run, marcou a estreia da empresa norte-americana Specialized como patrocinadora do evento. O presidente no Brasil, João Firmo, comentou sobre este primeiro contato com a Brasil Ride.

Cassiano Narciso, de Botucatu (Wladimir Togumi / Brasil Ride)

“A nossa intenção com esta parceria junto à Brasil Ride era de ter a oportunidade de estar ao lado de um grande evento, que tem uma qualidade muito boa. Ano após ano podemos ver que não só é mantida, quanto aumenta o nível das competições realizadas. Queríamos encontrar uma parceria em que pudéssemos estar ao mesmo nível. Estivemos presentes no Festival para estar próximos das pessoas e mostrar o que é a nossa marca. Conhecerem nosso produto e interagirem com a nossa equipe em um espaço agradável para desfrutar do momento. Acredito que o resultado foi muito positivo”, destacou Firmo. A Specialized montou um grande “lounge” na praça principal de Botucatu, ao lado da Catedral, para receber os ciclistas e moradores que quisessem conhecer seus produtos.

Incentivo ao ciclismo feminino – O Warm Up Sport da Brasil Ride teve em ação duas jovens atletas que fazem parte da equipe de apoio ao ciclismo feminino do Instituto Brasil Ride. A mais nova é Luisa Silveira, de 13 anos, e Larissa Brasa, de 21. Ambas as ciclistas, de Botucatu, foram campeãs nas suas categorias. “Comecei a pedalar com meus pais nas trilhas da região, porque eles tinham medo de me deixar pedalar na rua. Desde então, quando eu tinha 8 anos, passei a pedalar sempre”, contou Luisa. “Foi sofrido percorrer esses 70 km, mas de uma forma boa. Gosto de fazer e estou me esforçando, o que é bom”, completou.

Pódio masculino geral 21 km (Wladimir Togumi / Brasil Ride)

Mais experiente, Larissa Brasa comentou a respeito do apoio do Instituto Brasil Ride. “Desde o início do ano temos o projeto que o Mario Roma está fazendo para desenvolver o ciclismo, voltado para atletas femininas. Esse apoio nos ajuda bastante, porque é um incentivo a mais para seguir treinando diariamente o mountain bike”, disse Larissa. “Tento sempre dar dicas para a Luisa, assim como o Mario que nos ajuda sempre”, concluiu.

O Festival Brasil Ride reuniu 4.000 ciclistas e corredores desde o dia 26 de maio, quando foi realizada a Road Brasil Ride, em Pardinho (SP). Entre os dias 31 de maio, 1 e 2 de junho foi disputada o Warm Up, em Pardinho e Botucatu. Neste domingo, a Trail Run encerrou o evento que contou com os patrocínios de Specialized, Shimano, Unidas Aluguel de Carros e Prefeitura Municipal de Botucatu. A organização foi da Roma Comunicação.

Luisa e Larissa (Wladimir Togumi / Brasil Ride)

Brasil Ride: Mais que uma prova, uma etapa em sua vida.

Mais informações:

Site: http://www.BRASILRIDE.COM.BR

Facebook: www.facebook.com/BRASILRIDE

Twitter: @brasil_ride

Instagram: @brasilride

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo