Musa do carnaval há 5 anos, Renatta Ayalla desfila em bloco carnavalesco: ‘É gratificante’

Ex-rainha de bateria, a dançarina falou sobre carnaval e revelou a emoção em desfilar pela primeira vez em um bloco carnavalesco.

Renatta Ayalla, musa do Carnaval de Rua – Foto: Well / K Mídia – Divulgação

A frente da bateria do Grêmio Recreativo Cultural do Imirim Brás Pereira Banda Show Tradição Paulistana, a dançarina e miss Renatta Ayalla enfrenta o desafio de conciliar a vida profissional e a vida ‘sambística’.  A ex-rainha de bateria conta que se divide em miss e musa do carnaval desde 2015 quando foi eleita Miss Brasil.

“A função de miss exige um comprometimento e uma responsabilidade social que é inadiável. Há vários compromissos, e claro que a agenda atrapalha os ensaios de carnaval, e os compromissos com as agremiações”.

Renatta foi eleita 2ª Princesa do G.R. do Imirim Brás Pereira Banda Show Tradição Paulistana no último domingo de janeiro (28). Além do cargo cultural e carnavalesco ela é a Embaixatriz da Beleza do Brasil 2017 – título de beleza que conquistou em julho do ano passado através de um concurso nacional de beleza.

Envolvida no carnaval paulistano desde 2013 ela comenta a dificuldade em se ausentar das agremiações que abriu espaço para o seu samba no pé, como a escola de samba Império Lapeano do bairro da Vila Leopoldina, em São Paulo.

“Tenho um carinho enorme pela Império Lapeano, onde tive o prazer de ser Diva da Bateria no carnaval de 2015. Conversei com a presidente Luiza Fonseca, expliquei sobre os compromissos profissionais que atrapalhariam minha dedicação com a escola, e ela deixou a porta aberta para o carnaval de 2019”.

Ativista da condição feminina de ser passista logo ela não ficará de fora da maior festa popular do planeta, Renatta desfilará o segundo e último desfile do carnaval 2018 com o bloco carnavalesco Brás Pereira Banda Show Tradição Paulistana no dia 18 de fevereiro.

“É gratificante demais ter o respeito dos foliões, estou muito feliz em estar participando pela primeira vez do carnaval de rua, que é democrático, livre e muito divertido. O presidente Brás Pereira conduz o bloco com a alegria dos antigos carnavais, e isso é especial”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo