Morre em Campo Grande (MS), aos 100 anos, o ex-governador Wilson Barbosa Martins

Wilson Barbosa Martins, ex-governador de Mato Grosso do Sul – Foto: Victor Chileno

Morreu na manhã desta terça-feira (13/02) em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, aos 100 anos de idade, o ex-governador Wilson Barbosa Martins. O velório está sendo realizado no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camilo, no Parque dos Poderes.

Wilson Barbosa Martins faleceu em casa, que fica localizada na região central da cidade, ao lado de seus familiares. Ele estava com a saúde bastante debilitada e havia sido internado em 2017 no Hospital do Proncor, no Bairro Chácara Cachoeira.

A assessoria do ex-governador informou que o velório começou por volta das 15 horas (horário de MS) e vai até as 22 horas (horário de MS), sendo retomado às 06 horas (horário de MS) desta quarta-feira (14/02).

Livro ‘Memória – Janela da História’, de Wilson Barbosa Martins,

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), decretou luto oficial de três dias pela morte do ex-governador Wilson Barbosa Martins. Ele lamentou o falecimento.

Nos últimos anos, o ex-governador Wilson Barbosa Martins vivia recluso em casa em decorrência da saúde debilitada. Em 2017, quando completou 100 anos, ele foi homenageado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, que realizou uma sessão solene em comemoração à data. Ele foi representado por familiares.

Wilson Barbosa Martins nasceu no dia 21 de junho de 1017, na Fazenda São Pedro, em Vacaria, distrito que pertenceu a Campo Grande, e que atualmente faz parte do município de Rio Brilhante.

Formou-se em Direito pela Faculdade do Largo de São Francisco, na cidade de São Paulo. Em 1946, exerceu o cargo de secretário-geral da Prefeitura de Campo Grande, na administração do prefeito Fernando Corrêa da Costa.

Em 1958, foi eleito prefeito de Campo Grande, em substituição a Marcílio de Oliveira Lima. Em 1063, quando estava filiado ao Partido União Democrática Nacional (UDN), foi eleito deputado federal por Mato Grosso do Sul. Foi reeleito em 1966, mas em 1069 teve o mandato cassado pelo Ato Institucional nº 5 (AI-5), quando perdeu todos os direitos políticos por 10 anos.

Wilson Barbosa Martins, ex-governador de Mato Grosso do Sul – Foto: Divulgação

Em 1979, ainda durante a ditadura militar, foi eleito o primeiro presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), e neste mesmo ano recuperou seus direitos políticos. Em 1982 retornou a vida política elegendo-se governador de Mato Grosso do Sul, o primeiro pelo voto direto após a redemocratização.

Em 2010 publicou o Livro ‘Memória – Janela da História’, obra essa que narra a sua própria trajetória pessoal. A publicação traz episódios importantes da história de Campo Grande, de Mato Grosso do Sul e do Brasil. Ele era membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (ASL).

Wilson Barbosa Martins casou-se com Nelly Martins, com quem teve 3 filhos (Nelson, Thaís e Celina Jallad). Nelly faleceu em 2003 e sua filha Celina faleceu em 2011. Ele possui 8 netos, um deles já falecido (José Eduardo Martins Jallad, o Zedu, filho de Celina) e 9 bisnetos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo