Explosão em prédio deixa cerca de 30 feridos em Nova York (EUA)

Explosão em bairro nobre de Nova York (EUA) deixou cerca de 30 feridos nesta terça-feira (13/06) – Foto: Michael Herzenberg

Uma forte explosão, seguida por um incêndio, em um prédio residencial localizado no Bairro de Lower Manhattan, na Região de West Broadway, em Nova York, nos Estados Unidos (EUA), deixou pelo menos 32 pessoas feridas, das quais cinco em estado grave. As autoridades policiais ainda não sabem informar as causas do incidente.

Equipes de emergência (bombeiros e paramédicos) e policiais de Manhattan e do FBI foram enviados para o local, que se encontra isolado e cercado. As ruas próximas ao prédio foram interditadas e somente carros oficiais podem passar.

A imprensa e curiosos estão sendo mantidos a distância, porque a polícia local ainda não descartou a possibilidade de atentado terrorista. Por enquanto as autoridades trabalham com a hipótese de acidente doméstico.

De acordo com informações das principais agências internacionais de notícias, a explosão aconteceu na manhã desta terça-feira (13/06), por volta das 08h15min (horário local), e atingiu o porão do Amish Markert, uma mercearia que funciona no andar térreo do prédio.

Feridos receberam os primeiros socorros ainda na calçada, antes de serem levados aos hospitais – Foto: Matthew Fritz

A explosão danificou todo o prédio, que foi rapidamente esvaziado pelas autoridades policiais e pelos bombeiros. Todos os feridos foram socorridos e levados a hospitais da região.

Os bombeiros localizaram no porão do prédio altos níveis de monóxido de carbono. Algumas pessoas desmaiaram após inalar o gás, que subiu para os andares superiores.

Ao todo, as autoridades da cidade enviaram para o local 25 veículos de combate a incêndio e 106 bombeiros. Além disso, 32 policiais e 5 agentes do FBI também foram designados para atender a ocorrência.

A polícia de Nova York acredita que a explosão ocorreu em decorrência do vazamento de gás, provocado por uma caldeira defeituosa.

O chefe dos investigadores de Manhattan South, William Aubry, disse em entrevista coletiva que os agentes do FBI foram chamados porque até o momento não se sabia o que de fato estava ocorrendo.

Trata-se de um protocolo o qual somos obrigados a realizar em Nova York, principalmente quando há explosões e incêndios que deixam vítimas, porque tanto pode ser um incidente doméstico quanto um ato terrorista”, disse William Aubry.

As investigações para apurar as reais causas da explosão e do incêndio prosseguem sendo realizados e o FBI está ajudando a polícia local.

Com informações das Agências Reuters e Associated Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo