Prefeitura de Campo Grande (MS) autoriza locação de máquinas para execução de serviços

Foto: PMCG/Divulgação

A Prefeitura de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, publicou na manhã desta quarta-feira (19/04) no Diário Oficial do Estado, o extrato da ata de registro de preços para contratação de empresa de locação de maquinas pesadas, caminhões, ônibus, veículos leves e equipamentos para execução de serviços. As empresas deverão fornecer os equipamentos locados à administração municipal por até um ano, ao custo de R$ 59 milhões.

De acordo com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), a ata publicada hoje no Diário Oficial atende a pedidos da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) e da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnológica (Sedesc). O valor de referência da licitação com a locação de mais de 300 máquinas é de R$ 68 milhões.

Ao todo, quatro empresas deverão fornecer as máquinas e equipamentos para a Prefeitura de Campo Grande, ao longo de 12 meses. Os preços registrados propostos pelas empresas locadoras chegam a R$ 59 milhões, incluindo custos de manutenção de maquinário, translado, operadores, combustível, motoristas e alimentação.

Segundo o termo do edital, a empresa que mais foi beneficiada com a licitação foi a JR Comércio e Serviços Ltda., que vai fornecer 14 diferentes tipos de maquinário. A previsão é a de que a referida empresa receba pela locação das máquinas e equipamentos cerca de R$ 34,6 milhões.

Já a empresa MS Brasil Comércios e Serviços Ltda. Deverá receber cerca de R$ 15,5 milhões com o aluguel de máquinas tipo pá-carregadeira, retroescavadeira e caminhão basculante truck.

A empresa Rubitur Locações e Transportes, que venceu os dois primeiros lotes para locação de ônibus e micro-ônibus deve receber cerca de R$ 2,5 milhões com o aluguel de 12 veículos.

A Via Berrini Turismo e Eventos Eireli deverá receber cerca de R$ 2,9 milhões pelo aluguel de veículos hatch e vans para transporte, com capacidade de 12 e 18 passageiros.

Os lotes que não tiveram lances, considerados fracassados, foram os da locação de caminhão Munck, retroescavadeira, rolo pneu pé de carneiro, trator roçadeira articulada de arrasto, trator roçadeira, caminhão-baú e caminhão carroceria ¾.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMCG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo