Políticas Públicas para Agricultura Familiar são temas de reuniões no assentamento Itamaraty

Enelvo Felini, diretor-presidente da Agraer, durante reunião para debater assuntos relacionados ao Assentamento Itamarati, em Ponta Porã (MS) – Foto: Agraer/Divulgação

Enelvo Felini, diretor-presidente da Agraer, durante reunião para debater assuntos relacionados ao Assentamento Itamarati, em Ponta Porã (MS) – Foto: Agraer/Divulgação

Campo Grande (MS) – A Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) promoveu no fim de semana, sábado (18), reuniões para debater políticas públicas para Agricultura Familiar no Assentamento Itamaraty em Ponta Porã. As discussões foram coordenadas pelo diretor-presidente da Instituição, Enelvo Felini.

Considerado um dos maiores do Brasil, o assentamento Itamaraty foi fundado em 2002, com cerca de 25 hectares e uma população de mais de 6 mil pessoas.

A primeira reunião foi realizada, às 7h30, no escritório local da Agraer. Na ocasião, foram discutidas com a equipe da Agência os desafios enfrentados no campo e as perspectivas para fomentar a agricultura familiar da região. O prédio da Agência foi implantado dentro da comunidade agrícola para facilitar o diálogo entre poder público e trabalhadores rurais.

Cooperativa

Em seguida, às 9h30, foi a vez dos produtores da Coperai (Cooperativa de Produtores de Itamaraty) receberem o diretor-presidente da Agraer para uma mesa de discussões a respeito dos desafios e resultados na produção de hortifruti. De acordo com o presidente da Cooperativa, Antônio Coenerti, estiveram presentes mais de 70 produtores. “Todos os 70 agricultores vieram esperançosos para esse momento. Temos vontade de trabalhar, mas falta incentivo. Essa é a primeira vez que recebemos uma autoridade da diretoria da Agraer. Esperamos que com essa troca de gestão haja uma atenção maior para a classe, principalmente porque sabemos que o diretor da Agraer tirou um minuto de seu tempo para conhecer e ouvir a gente”, disse.

Os alimentos que saem da Coperai são comercializados nos mercados e na feira municipal de Ponta Porã, essa realizada seis dias da semana, de segunda à sábado. De acordo com dados da Cooperativa, toda semana são uma média de 400 quilos em produtos que abastecem as barraquinhas dos feirantes. Tomate, melancia, repolho, alface, rúcula, abobrinha verde, berinjela, quiabo e maracujá são alguns dos itens comercializados.

Além dos produtores rurais, também participaram do encontro os vereadores Osmar Mattos e Rony Lino Miranda e o coordenador Regional de Fronteira da Casa Civil do Estado, Adir Teixeira.

Associação

Às 11h, Enelvo Felini, encerrou sua agenda de trabalho com uma reunião na Associação de Moradores do Itamaraty que contou com a presença de mais de 40 agricultores, homens do campo atuantes nas seguintes linhas de produção: leite, hortifrutigranjeiro, peixe, mel e armazenamento de soja e milho.

“A Agraer desenvolve um papel importante aqui dentro do assentamento e contamos, inclusive, com um escritório bem próximo que facilita o nosso dia a dia. Agora, com a vinda do presidente da Instituição esperamos fortalecer ainda mais a parceria com o Governo do Estado”, afirmou o presidente da Cooperativa do Peixe de Itamaraty, Laércio Martins.

Observação de Campo

Antônio João também foi outro município que recebeu a visita do diretor-presidente da Agraer. No escritório local, Enelvo Felini percorreu as instalações do prédio e promoveu uma breve reunião para tratar sobre as ações e projetos coordenados pela equipe da Agência frente a agricultura familiar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo